Quanto custa morar no Porto?

Morar no Porto, em Portugal tem sido uma experiência muito boa. A cidade é tranquila, assim como todo o país, apesar do Porto e Lisboa serem as maiores cidades, não se comparam ao ritmo de São Paulo e do Rio de Janeiro.  Portugal tem  baixo índice de violência, e se recupera da crise econômica dos anos 2010 à 2014. Para quem é aposentado ou tem negócio próprio, e não depende de oportunidades, é um bom lugar para viver.

Morar em qualquer cidade exige planejamento,  vou listar os itens essenciais com valores para um casal que pretende se instalar na região do Porto.

Habitação

Habitação  é um dos itens que mais pesa no orçamento. Como na maioria das cidades, morar no centro ou próximo, custa mais caro. Muitos fatores contribuem para inflacionar os valores dos  imóveis, como local/freguesia. Se a escolha for nos subúrbios ou à 10 km ao redor do centro, os valores tendem a cair.

Veja no mapa as facilidades de serviços e transportes na região;

img_8758

Na área em vermelho se concentram as principais linhas de transportes públicos – metrô, autocarros (ônibus), comboios (trens), e bondes. Além dos serviços como hospitais, shoppings, faculdades e as maiores oportunidades de trabalho.

Para alugar um apartamento;
Preços: T0/T1 – Entre €350 e €450. T2 – Entre €500 e €600.
Preços de quarto (casa compartilhada, com contas incluídas, no caso de estudantes) – Entre €200 e €300.

A área verde do mapa fica à 10 km do centro do Porto, a região é ainda mais calma, ideal para quem quer mais qualidade de vida. O acesso é feito de comboio (trem), em algumas pequenas cidades também há a opção de metro.

Preços: T0/T1 Entre €200 e €250. T2 – Entre €300 e €350.
Preços de quarto (casa compartilhada, com contas incluídas para estudantes ) – Entre €100 e €150.

Existem muitos imóveis mobiliados, com armários embutidos e com todos os equipamentos de cozinha, incluindo louças. Uma tendência em função da grande procura para estudantes.

Alimentação 
Alimentação em Portugal é ” relativamente” barata,  e no Porto idem, comendo em casa ou fora. São quatro, as maiores redes de supermercados:  Continente, Jumbo, Pingo Doce e Mini Preço (Mercado Dia do Brasil).

img_8762

Os supermercados, normalmente, têm um “cartão fidelidade”  que é grátis, onde se acumulam pontos, descontos, cupons de ofertas e brindes.

Preços: €250 é o valor médio de gastos para um casal que faz as refeições em casa.

Comer fora (longe da zona turística, claro), se gasta entre €8 e €10 por pessoa, em restaurantes simples ou regionais. Existem muitas opções, mas dificilmente se tem grandes sustos na hora de pagar a conta, mesmo nos restaurantes mais badalados.

O combo mais caro do McDonalds custa €6, e tem o dobro do tamanho do Brasil.

img_7807

Despesas com serviços
Os serviços de energia giram em torno de  €80 à 100/mês para duas pessoas , porque os brasileiros gastam mais, tanto no inverno, com aquecedores, como no verão. Os hábitos europeus são muito diferentes dos brasileiros em se tratando de higiene pessoal (banhos).

O serviço de água/casal é de  €20/mês.

O Combo da empresa NOS (televisão + globo internacional, telefone, internet de 100mb e celular com internet e ligações/sms ilimitados) custa €50/mês.

Transporte Público/Combustíveis 
Os transportes públicos são excelentes, as linhas do metrô interligam várias freguesias e o aeroporto, o bilhete custa €1,20 para algumas linhas e percursos. É possível usar o bilhete por uma hora entre metrô, ônibus, bondinho e etc. Para os usuários  constantes existe o bilhete mensal, que custa €30/mês. A maior parte do percurso das linhas do metrô é feita por superfície.

O preço da gasolina é de €1,56 e gasóleo €1,35

Saúde Pública

Ao contrário do que pensam os brasileiros, a rede de saúde pública é muito boa, mas não é gratuita. Os preços de consultas, exames, etc, são muito baixos para os portugueses e residentes no país. Sobem muito para quem é visitante, não tem o visto de permanência, ou não tem o documento comprovatório que dá direito à todo brasileiro  receber atendimento gratuito.  Não há necessidade de planos de saúde privados.

Salários

O salário mínimo de Portugal em 2017 é €557.

Os salários médios para quem tem formação universitária gira em torno de €1200 à €2000, mas Portugal tem um mercado de trabalho restrito e não é como nos outros países da Europa. Neste momento há uma enorme emigração de jovens portugueses que terminam a universidade, para países vizinhos e para os USA em busca de melhores ofertas de trabalho. É preciso atenção para o tipo de profissão mais requisitada no momento.

Existem sites com guias sobre como trabalhar em Portugal.

Conclusão

Custo de vida/casal no Porto, Portugal:

Habitação/aluguel    €500
Alimentação               €250

Energia                         €80
Água                              €20

TV/internet.               €50

Total:                          €900

Referências

LinkedIn –  Projeto Vida e Carreira em Portugal

Eurodicas

Fotos Aníbal Passos

 

 

 

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s