Category Archives: Arquitetura

“Lisboa tá na moda”

Quem nunca viu Lisboa, nunca viu coisa boa….

“Lisboa é tão linda que poderia ser chamada de Lisótima”

 

A luz da cidade encanta poetas, pintores, fotógrafos e viajantes. Essa luz que incide nas 7 colinas e reflete no azul do Tejo, faz de Lisboa uma cidade singular. Capital cosmopolita, ainda preserva a tradição de um lugar tranquilo. Lisboa vive em festa permanente, independente da estação do ano. No inverno ou verão, faça chuva ou faça sol, a alegria corre solta pelas ruas. Hoje, em terra lusitana, aportam  povos do mundo inteiro. Do cais, onde outrora saiam navegantes descobridores para a América, África e Ásia, em uma curiosa inversão da história, passam a descobrir Portugal.

O Tejo corta Lisboa da Lisboa Sul, como uma artéria que pulsa a paixão. O rio reflete luz,  num brilho azul pontilhado de gaivotas. O por do sol é um acontecimento especial todo fim de tarde.

 

Diversidade é a palavra da ordem para quem vive em Lisboa.  O espírito frenético da cidade inspira a poesia de rua e dos livros. Ao caminhar pelo Chiado e pelo Bairro Alto é possível encontrar com Madona pelos bares e cafés,  nova moradora da cidade.

Na arquitetura descobre-se tesouros dos períodos Românico, Gótico, Manuelino, Barroco, Pombalino, Neoclássico, Modernismo….É impossível sair de casa sem uma boa máquina fotográfica.

 

Os sabores gastronômicos levam ao pecado da gula, assim como os doces conventuais levam aos céus, onde todos se sentem anjos, tamanha doçura.

Andar a pé pelas ruas estreitas da Misericórdia, de Santos ou de elétrico conhecendo também o Castelo de São Jorge, o Mosteiro dos Jerónimos, o Castelo de Belém e o Monumento dos Descobridores, é uma imersão pela cidade que exerce fascínio em todos que a conhecem.

Lisboa é menina alegre, que conta histórias do tempo, faz poesia  e nos faz sonhar…

 

Anúncios

Arquitetura, Arte e Cultura

Nos últimos anos têm ocorrido  muitas contestações acerca do propósito da arquitetura – as respostas variam da criação de formas à antídoto para os males da sociedade. Por ser funcional, a arquitetura não é considerada arte.
Entretanto, há uma corrente de arquitetos Pritzker e críticos de arquitetura que afirmam que a arquitetura é a maior de todas as artes – em seu melhor, se torna “uma obra de arte por onde podemos nos mover e onde podemos viver”.
Enquanto as discussões sobre arquitetura não chegam a um consenso, surgem novos e ambiciosos arranha-céus, onde procuram-se equilíbrio entre o Homem e a Natureza.
Dos Estados Unidos à China, da Espanha ao Marrocos, conheça os treze edifícios mais esperados em 2017 que são verdadeiras obras de arte.
Entre museus, hóteis, residências e sedes de empresas, há um universo de novos destinos prontos a abrirem com os mais modernos traços da arte contemporânea.

IMG_8981

West Side 28 th Street, New York, USA. O Edifício de 11 andares valeu o Pritzker à Zaha Hadid . Cada apartamento vale 50 milhões de dólares.

IMG_8980

Ponte de Vidro no Grande Desfiladeiro de Zangjiajie, China. Aguentará 800 pessoas ao mesmo tempo. O projeto foi inspirado em “Avatar”. Projeto de Haim Dotan.

IMG_8979

Museu de Arte Moderna e  Contemporânea, Jakarta, Indonésia. Terá 800 coleções dos países; Indonésia, Estados Unidos, Europa Ocidental e Ásia. Projeto Met Studio Design.

IMG_8978

Centro Botin, Cantábrica, Espanha. É um centro cultural, artístico, educativo e literário. Projeto Renzo Piano Building Workshops and Luis Vidal+Architects.

IMG_8977.PNG

Museu Blavand Bunker, Blavand, Dinamarca. Fica próximo a um bunker militar alemão, nas montanhas. Projeto  Ingels Group.

IMG_8976.PNG

Museu Ives Saint Lorent, em Marrakech, Marrocos. Projeto Studio Ko.

IMG_8975.PNG

Centro Artístico Gardian, Pequim, China. Projeto Buro Olen Scheeran.

IMG_8974

The Silo, Copenhague, Dinamarca. São apartamentos introduzidos em um edifício industrial. Construído em concreto. Projeto COBE.

IMG_8973

Vila Huangshan, Anhui, China.  Fica à beira do lago Taiping. Os edifícios parecem cápsulas metalizadas nas montanhas. Projeto MAD Archictets.

IMG_8972

Museu de Arte Contemporânea, Zeits, Cidade do Cabo, África do Sul. Projeto  Heaterwick Studio.

IMG_8971

LEGO  House, Billund, Dinamarca. Inspirado nos blocos de brincar da Lego, o edifício terá um café , parque e loja. Projeto LEGO.

IMG_8970

Louvre, Abu Dhab, Emirados Árabes Unidos. Custou 653,4 milhões de dólares. Seria inaugurado em 2012. Projeto Atelier Jean Nouvel.

IMG_8969

Estação TGV – Napoli – Afragalo, Nápoles, Itália. Ligará Nápoles à Roma. Está em construção. Projeto  Zaha Hadid.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Do fundo do baú – Projetos dos anos 2000

Organizando os arquivos de projetos de arquitetura, interiores e decoração dos 24 anos de escritório, encontrei fotos dos anos 2000, algumas inseridas aqui. A escolha de materiais de qualidade, design do clássico moderno tornam o projeto atemporal. É interessante perceber que a cada década evoluímos na tecnologia e no design. Tornamos-nos cada vez mais “cleans”, fazendo valer a máxima do “Menos é mais”.

Projeto Residencial de Arquitetura de Interiores, 2004 – Dormitórios e Banheiro Meninos

_DSC0664 _DSC0669

_DSC0672 _DSC0673 _DSC0675 _DSC0676 _DSC0678 _DSC0682 _DSC0683 _DSC0685 _DSC0687 _DSC0691 _DSC0692

Projeto Residencial de Arquitetura de Interiores Apto Santo André, 2005

_DSC1055 _DSC1056 _DSC1059 _DSC1061 _DSC1062 _DSC1068 _DSC1070 _DSC1074  _DSC1083

Projeto Residencial de Arquitetura de Interiores Apto Santo André, 2007

175-7578_IMG 177-7725_IMG 177-7723_IMG 175-7584_IMG

Projeto Residencial de Arquitetura, Interiores e Decoração, Guarujá  2003

cascata chu2 coz4 coz2  coz3

esc1    gua1 gua2  portao  lateral fac2pisc(1)

gua3 gua4 gua5   gua8 gua9 gua10 gua11 gua12 gua13 gua14 gua15 gua16 gua17 gua18   j1 guasala1 home2   lav h2

Projeto Residencial de Arquitetura de Interiores

DSC_0315DSC_0328

DSC_0321 DSC_0345

Projeto Residencial de Arquitetura de Interiores

DSCF0057 DSCF0058 DSCF0060 DSCF0071 DSCF0062 DSCF0094 DSCF0097 DSCF0099DSCF0102DSCF0116

DSCF0121 DSCF0124  DSCF0128DSCF0104

Projeto Residencial de Arquitetura de Interiores, Apto Santo André 2000

DSCF0532 DSCF0551 DSCF0552 DSCF0554 DSCF0558 DSCF0565

Salone Del Mobile 2015 Preview

SalonePreview_Molteni_01

Em  Milão o evento mais importante do design internacional, o Salone del Mobile, começa na próxima semana de  14 à  19 de Abril de 2015. Muitos eventos paralelos de design ocorrem  em toda a cidade. Milão se transforma na capital mundial de inovação do design. Este ano a Euroluce, que é bienal, completa o cenário do design com ousadia.

Drift

flylightdrift fragile fragilefuture noladrift

01_2_0 Molteni 80 anos

vico_gallery01cassinavico_still_life01vico_gallery01

1.-Melt-Copper-Chrome-Gold-1024x683 2.-Melt-Copper-Cluster-1024x683tom dixon

Tom Dixon

13.-Wingback-Chair-1024x724

Atelier Biagetti

1-triptych-I-largeatelierbiagetti

Moooi

joost_and_kiki_with_tudor_low_cupboard_at_the_moooi_presentation_during_salone_del_mobile_2014 tudor_cupboard_blue_2-forweb-moooi tudor_cupboard_blue_4-forweb-moooi tudor_low_cupboard_thumb

02_2 DSC3127baxter

Baxter

NAL3081 NAL3094

Squat

NAL3105 NAL3163 NAL3430lasvit lasvitII

Lasvit

lasvitIII lasvitIV

Atelier Baigetti – Bonjour Milàn (Galerie Italienne Paris)

SalonePreview_BMW_01 petit_tables_groupage-largeatelierbaigetti tavolo-largeatelierbiagetti SalonePreview_Nilufar_03 vincent_groupage-largeatelierbiagetti

Design Atemporal

miami-corbusier-684x513

Le Corbusier na universidade

A linguagem simétrica e limpa é a tônica dos dormitórios de universidades idealizados por Jean Prouvé, Le Corbusier e Charlotte Perriand nas décadas de 30 e 50. Como parte do Design Miami, a galeria Patrick Seguin montou uma elogiada exposição com recriações de projetos dos célebres designers feitos especialmente para os espaços acadêmicos. A obra dedicada a Corbusier e Perriand é uma reprodução do Quarto Brasil, construído em 1959 para acomodar estudantes estrangeiros na Cité Internationale Universitaire de Paris (foto acima). Os outros dois ambientes – também com total economia de ornamentos – são de Prouvé, feitos nos campus das cidades de Nancy e de Anthony. As composições são familiares, e não é difícil perceber como esses mestres franceses influenciam as gerações posteriores a eles.

miami-jean-prouve1

Cité Universitaire, Nancy. Jean Prouvé, 1932

miami-jean-prouve21

Cité Universitaire, Antony. Jean Prouvé, 1956

Pesquisa: Radar

50 Tons de Cinza

MONTENAPI“Quando abro a cada manhã a janela do meu quarto

É como se abrisse o mesmo livro

Numa página nova…”

Mário Quintana

J.Vilhora_2046 J.Vilhora_2047

Projeto Residencial Santo André/SP 2013 – Deborah Basso Arquitetura&Interiores

O quarto de casal é um ambiente muito especial da casa. Lugar que abriga sonhos, onde os planos de vida são traçados em cumplicidades. É neste ambiente ninho, onde o amor acontece no encontro de intimidade. Em tempos de 50 tons de cinza, as fantasias são estimuladas em relações de intensa paixão. A cor cinza entra neste contexto com muita elegância e sofisticação.

J.Vilhora_4674 J.Vilhora_4701

Projeto Residencial São Paulo/SP 2013 – Deborah Basso Arquitetura&Interiores

No quarto, as pessoas passam a maior parte do tempo. Assim sendo, a decoração deve ser charmosa, confortável e muito pessoal. Afinal, dormimos e acordamos inevitavelmente olhando para os objetos em nosso entorno. Nada como um bom dia carinhoso, faça chuva ou faça sol, envolta às nossas referências.

J.Vilhora_4748 J.Vilhora_4802

Projeto Residencial São Paulo/SP 2013 – Deborah Basso Arquitetura&Interiores

As nuances de cinza, por serem neutras, podem ser usadas com outras cores em jogos de cores que complementam o ambiente.

MONTII MONTIII

Assim como outros ambientes da casa, a decoração do quarto é bastante íntima e reflete nossa personalidade. A luz, a cor, as texturas fazem a magia do ambiente. Harmonia e equilíbrio são essenciais, bem como o aroma e o som. O quarto é um ambiente de experiência sensorial de encantamento.

Tomie Ohtake, delicadezas

tomie_ohtake_060813

Hoje partiu Tomie Othake.

Artista Nipo-Brasileira que teve sua trajetória sublinhada pelo delicado Abstracionismo, apropriação da cor e da materialidade da imagem nas camadas de tinta, Tomie Ohtake revelava a pele da sua arte contaminada em sobreposições de culturas.

Pinturas Cegas, da Exposição Correspondências

Em comemoração aos cem anos da artista plástica Tomie Ohtake, a exposição Correspondências, com  curadoria de Agnaldo Farias e Paulo Miyada, apresentou a história das suas obras realizadas desde a década de 1950 num diálogo com outros artistas brasileiros. Estas obras estabelecem uma relação de  aproximação e contraposição entre sua produção desde 1956 à 2013.

I3570309

tomie-ohtake-sem-tc3adtulo-c3b3leo-sobre-tela-747-x-100-cm

Tomie Ohtake nasceu em 1936, no Japão. Veio ao Brasil em visita ao irmão em 1936, ficando impressionada com a luz amarela do Brasil, país tropical. Com a iminência da Segunda Guerra, permaneceu no país, onde se casa e tem seus filhos, Ricardo e Ruy Ohtake. A carreira da artista imigrante,  teve início com  trabalho tardio, aos 40 anos. A influência da arte do Japão de tradição do início do século XX, onde se percebe as pinceladas da Arte Shodô, e o hibridismo cultural brasileiro foram inspiração para sua obra. A fruição de culturas, num viés verde brasileiro, amarelo nipônico, revela-se num resultado primoroso do abstracionismo de Tomie Ohtake, que influenciou diversos artistas nacionais.

Deixa um impressionante acervo de obras, pinturas na sua fundação, e esculturas nas cidades de  São Paulo, Santos, Santo André.

escultura_tomie_ohtake_santos 10608186_1035989223083079_1969429473529506341_o

10326532