Category Archives: Tendências

10 Tendências que ficaram “over”

Móveis grandes

Móveis extra grandes são ineficientes no espaço porque comprometem a circulação. O ideal é optar por móveis de tamanho normal, desse modo a casa ficará perfeita

IMG_0263

Decoração Anos 1950

As peças Ano 1950 ficaram cansativas. Peças fora do contexto inundaram ambientes “moderninhos”. Que tal experimentar outras propostas de mobiliário? Quem sabe móveis do Séc XIX?!

IMG_0225

Tapetes em peles

Os ambientes podem ficar mais chiques com os tapetes feitos à mão. Os Kilins não saem de moda e são sempre bem vindos.

Pendentes com lâmpadas expostas

A função das luminárias pendentes é esconder as lâmpadas. Com a tendência do uso de lâmpadas de filamentos nos pendentes, houve um verdadeiro excesso na forma de uso. O ideal é rever o projeto luminotécnico com outras propostas de uso e escolha de formato, escondendo as lâmpadas, claro.

IMG_0230

Plantas Suculentas

Bonitas e fáceis de cuidar, as suculentas espalharam-se por toda a casa. Mas atenção, um pouco de cor e exuberância de outras plantas podem dar charme e sofisticação aos ambientes.

IMG_0231

Metal Polido

O estilo industrial e os metais polidos já ficaram para trás. Agora a tendência é por metais mais quentes, como o bronze e o ouro, que estão na moda e agregam elegância ao espaço.

IMG_0232

Carrinhos Bar

Quando usado corretamente, os carrinhos bar podem ser úteis, mas muitas vezes os excessos nas prateleiras podem comprometer o visual. Menos é mais.

IMG_0233

Espaços Abertos

Forte tendência dos últimos anos, onde os espaços integrados foram criados para família e amigos, hoje a busca é por ambientes privados. Ao invés da cozinha aberta para sala, a necessidade hoje é dos espaços onde se pode apreciar obras de arte, ouvir música, receber amigos  como nas salas estar de outros tempos.

IMG_0234

Cartazes

Troque as frases positivas por belas fotografias. Palavras bonitas devem ser guardadas para cartões postais.

Saturação do Vintage

Escolher uma peça vintage pode ser uma boa ideia e ponto de partida para compor o ambiente, mas nada de exageros. O excesso pode transformar a casa num antiquário.

Bom senso, equilíbrio, qualidade ainda são palavras chaves para quem quer decorar.

Sonhos em Construção

“Não há nenhuma concepção no espírito do homem que primeiro não tenha sido originada, total ou parcialmente, nos órgãos dos sentidos”

Thomas Hobbes

É preciso aprender a ver materiais, escala e proporção, luz, cor, tempo e lugar: o estilo

Salone Del Mobile 2015 Preview

SalonePreview_Molteni_01

Em  Milão o evento mais importante do design internacional, o Salone del Mobile, começa na próxima semana de  14 à  19 de Abril de 2015. Muitos eventos paralelos de design ocorrem  em toda a cidade. Milão se transforma na capital mundial de inovação do design. Este ano a Euroluce, que é bienal, completa o cenário do design com ousadia.

Drift

flylightdrift fragile fragilefuture noladrift

01_2_0 Molteni 80 anos

vico_gallery01cassinavico_still_life01vico_gallery01

1.-Melt-Copper-Chrome-Gold-1024x683 2.-Melt-Copper-Cluster-1024x683tom dixon

Tom Dixon

13.-Wingback-Chair-1024x724

Atelier Biagetti

1-triptych-I-largeatelierbiagetti

Moooi

joost_and_kiki_with_tudor_low_cupboard_at_the_moooi_presentation_during_salone_del_mobile_2014 tudor_cupboard_blue_2-forweb-moooi tudor_cupboard_blue_4-forweb-moooi tudor_low_cupboard_thumb

02_2 DSC3127baxter

Baxter

NAL3081 NAL3094

Squat

NAL3105 NAL3163 NAL3430lasvit lasvitII

Lasvit

lasvitIII lasvitIV

Atelier Baigetti – Bonjour Milàn (Galerie Italienne Paris)

SalonePreview_BMW_01 petit_tables_groupage-largeatelierbaigetti tavolo-largeatelierbiagetti SalonePreview_Nilufar_03 vincent_groupage-largeatelierbiagetti

Times Square Building recebe uma dose de Flower Power

fleurO artista britânica usa flores para transformar interiores urbanos em espaços visualmente impressionantes

fleurIIIImagine iniciar o dia de trabalho, passando por uma vibrante cortina perfumada das flores. As pessoas que visitarão para o prédio Viacom, na Times Square vão ter o prazer de ser recebidos desta forma, graças a artista britânica Rebecca Louise Lei. Suas instalações de flores penduradas têm gerado interesse por toda a Europa, elas transformam os ambientes urbanos em espaços naturais, etéreos. ‘Flowers 2015: Outside In “ marca sua estréia em território americano, que transformou a sede global em mídia num espaço cheio de cores, texturas e aromas.

fleur4 fleur5

Tal como acontece com a maioria das criações de Direitos Reservados, esta instalação foi um esforço colaborativo. Centenas de funcionários da Viacom ofereceram-se para ajudar a criar a peça, amarrando mais de 15.000 flores em fio de cobre para serem penduradas acima da entrada. Foram utilizados 14 tipos diferentes de flores, incluindo rosas, hortênsias, cravos, cardos, e Gypsophilias.

fleurIIA delicada relação da  artista com a natureza,  é projetada na instalação para se transformar ao longo do tempo. Inicialmente, flores frescas irradiam cores vibrantes e fragrâncias que são lentamente preservadas com a secagem. A escultura restante se transforma em algo como pout-pourri e emana um cheiro semelhante, mostrando o potencial de cada flor, o que ilustra o desejo do artista de justapor figurativamente sociedade contemporânea com a natureza.

Tendências do Décor 2015

O sentido estético evolui com o passar do tempo. Na decoração tudo é cíclico, alguns estilos se apresentam em releituras em novos  materiais e tecnologias.

Para facilitar listamos 10 tendências para 2015. Da cor reluzente à forma perfeita, da textura suave ao brilho, da década que agora nos rege à criação dos países que ditam tendências, podemos adaptar à nossa cultura e clima, o que vem por aí aos seus desejos de ter uma casa bonita e confortável.

A COR: PETRÓLEO

O azul petróleo está em alta. É a cor do momento. A sugestão é usar a cor em poltronas e peças pequenas, em veludo que também é tendência

ambientes-2014-08-281409257747117 poltronaazulpetrolio

produtos-2014-06-101402427207133-sm ambientes-2014-06-131402689032160

A FORMA: CURVA

A curva, linha que fascinava e orientava a arquitetura de Oscar Niemeyer no período modernista, é um dos elementos mais interessantes também nos interiores.  Voltou de forma soberana numa das peças mais importantes do mobiliário: o sofá! Do espanhol Jaime Hayón, para Fritz Hansen, aos franceses Pierre Yovanovitch e os Irmãos Bouroullec, estes para Ligne Roset, a curva nos sofás hoje é tudo.

images (2) sofácurvo

475-sofa-ploum-02-720x440 Sofa-Favn-de-Jaime-Hayon-para-Fritz-Hansen-7-625x300

A TEXTURA: VELUDO

O veludo é eterno, e vai dominar os estofados. É o que dizem os fabricantes de prèt-a-porter em mobiliário, desde o Salão do Móvel, em Milão.  Feito de algodão, o tecido de pelos curtos – sim, o bom veludo tem que ser absolutamente natural – é um must colorido de volta às nossas casas, em sofás e poltronas. Especialmente em cinza, bege, amarelo e laranja.

big-03-BEB_ITALIA-MART_2012-MART poltrona amarela produtos-2012-10-051349463404151 produtos-2014-04-24139835740560 produtos-2012-10-051349461704198

O BRILHO: DOURADO

O livro ‘O Brilho do Bronze’ (Editora Cosac Naify) é um dos best sellers atuais. Nele, o historiador Boris Fausto faz reflexões dolorosas, envoltas pela marca da ausência – só lendo para saber… Pois o resultado revela um olhar crítico e atento à vida contemporânea, com o humor de seu autor, mesmo em uma cena triste. No nosso caso, o brilho do dourado se revela em objetos lindos como um vaso solitário, assim como o brilho do latão em móveis que voltam à tona enxutos, de forma – brilhante na decoração, às vezes somado ao tom cromado, em jogo ouro e prata.

vaso mesas

aparador mesaII

DEVE TER: VASOS

Vasos servem para tudo numa casa: colocar flores, enfeitar sozinhos – ou mesmo em grupo, uma apresentação muito em alta – uma mesa ou aparador, formar coleções. De todas as décadas ou séculos, em materiais como a cerâmica ou a porcelana,  em formatos e funções diversas. Eles podem, ser chineses, franceses, ou dinamarqueses. Mas são, sem dúvida, um item obrigatório em uma boa decoração em todos os tempos.

vasoI vasoII vasoIII

A DÉCADA: ANOS 1970

O auge  psicodélico  iniciado no final dos anos 1960 explode nos anos 1970 – na moda e na decoração. A excentricidade atinge o seu apogeu do século 20 em peças modernas e com humor. O acrílico aparece em todas as suas formas e cores: da transparência das poltronas e das cadeiras à negritude de uma escrivaninha, passando pelos pés de abajur. O design dos estofados desta época começa a esbanjar conforto.

panthella_table e216ea3dfbaf69965332a51486a7705e parede-anos-70 poltrona acrilico

O ESTILO: ART DÉCO

O estilo Art Déco é o máximo da elegância: sempre reaparece como uma fênix. Porque tem características fortes, com móveis e objetos cheios de personalidade e linhas muito firmes que agradam a qualquer dos tempos em que os desafios se impõem. Exemplos fantásticos deste período belo e rígido – cadeira estofada em tecido com grafismo preto e branco, mesa lateral com pés em aço, luminária, poltrona e lustres. Coisas de quem entende que o estilo está acima de tudo.

cad 3f015e3117c7d7fbe631abc1c1bf025d bc3753989d1efbefe60c6613f43fdd8dpad 99bc097a381d1c89a9f21f3121149adc b9ca4c3a4bac3239878b47e3dae75de1

PEÇAS COM ASSINATURA: OSCAR NIEMEYER, SÉRGIO RODRIGUES, JOAQUIM TENREIRO, JORGE ZALSZUPIN, LINA BO BARDI

Designers brasileiros ou estrangeiros dos anos 1950, com influência do Modernismo brasileiro, estão em alta. Ter um móvel assinado por designers é um privilégio, e sinônimo de boa qualidade.

7c02067e491725d3263169f53936fbeb cc7cc0b765d81dc2cb344f8b419f0f60 8523811_1 diz_1 ZALSZUPIN tenreiro

DESIGN BRASILEIRO

Rústico, minimalista, criativo, o design brasileiro tem qualidade, e é valorizado no mundo inteiro. Uma grande aposta no décor!

3db6ebb85e479d19aecc5200e7a157bc 694edec3f1e9d4aeda544ad5ea9cd61c 3c4f3fca3fa4c2ebf5b81dd762e4687d 3377a5deb99e42d9d3544c82d3e097f9 a1e495ccf99217eca4a5b3783b80aa4e a578e97b63f80c24769e140b1759a146 ec32f569d4fbf8c39f1f992cf960c265

GLOBALIZAÇÃO: ASIA E EUROPA

Cruzando os mares, do século 19 aos dias de hoje, estes móveis chegam ao Brasil com o sabor da tradição. Mas com absoluta certeza de que compõem a melhor base clássica para um ambiente contemporâneo. Aqui ou em qualquer lugar do mundo.Originários da França, da Itália, do Japão e da China.

BIOMBO ESTANTEASIA OPALINO POLTRONA LUIS XV

A Cor de 2015

p7

PANTONE  18 – 1438 Marsala

A Cor de 2015 eleita pela Pantone  será  Marsala 18-1438, tendência base da paleta  Primavera/Verão.
Sensual e ousada, Marsala é uma cor  convidativa,  que supri necessidades,  exalando confiança e estabilidade, que alimenta  corpo, mente e alma. Muito parecido com o vinho Marsala, produzido na cidade do mesmo nome na Cecília, Itália,   incorpora  calor, riqueza e  sofisticação dos tons naturais ligados à terra.

pantone2015

Pantone_Color_of_the_Year_Marsala_Story_One_Image4 Pantone_Color_of_the_Year_Marsala_Story_One_Image3

p2 p3 p5

marsala-pantone-decor-wedding-casamento-inspire-minhafilhavaicasar-1 marsala

Muxarabis, herança árabe

b804bef9e93477c81168af18f4730bacA cultura árabe tem influenciado o Ocidente em diversos segmentos; arquitetura, artes visuais, gastronomia, moda, e outros. A diáspora árabe, ou imigração para várias partes do mundo, e  as relações comerciais do Ocidente com o Oriente,  circunstâncias que trouxeram  elementos arquitetônicos encontrados em alguns  períodos  na linha do tempo da História da Arte.  Na arquitetura e na “arte islâmica” existem traços que identificamos como “mouriscos”, ou árabes, motivos decorativos de diversas origens; bizantina, sassânida, helenística entre outras

7884899fc75c99ad27d7bd677fd2d6b9    73dd3c950a70f68a6ea71faa1f3cb71b

1cbb899037976d96748938797732fd6d    cad0d729db1f520e1cd0bec121ab43c1

Os muxarabis, treliças de madeira, onde  pode-se ver a rua, mas não a beleza da mulher islâmica, preservada por trás dos elementos vazados. É por meio deles que a cultura islâmica encontrou uma solução que permite a ventilação e iluminação, mantendo a privacidade e valorizando os seus bens culturais. Essa herança moura conquistou mais do que o mundo árabe, estendendo-se a outras culturas. Com o mesmo uso, ou às vezes utilizado como elemento decorativo, os muxarabis espalharam-se por todo Ocidente

5b2c74eb48c4d57f3cbe7ca050890137   2aff0175c05ec5e29ab27e96d9a6680d

No Brasil, a arquitetura colonial usou e abusou dos muxarabis, não somente como balcões (guarda-corpos), mas também nas janelas, privilegiando a ideia de ver sem ser visto. No entanto, não é somente a arquitetura colonial que se beneficiou desse artifício interessante de iluminação. Na arquitetura de Lina Bo Bardi (arquiteta italiana que viveu e trabalhou muito tempo no Brasil), podemos ver o uso desse elemento. O SESC Pompéia, em São Paulo, por exemplo, possui em suas janelas amorfas, muxarabis vermelhos de correr, que permitem esse trabalho da luz, quando desejado.  Em outros projetos arquitetônicos, o muxarabis é utilizado com uma estética diferenciada pelo material escolhido, trabalhando a transparência e integração do ambiente interno e externo, mas mantendo ainda a privacidade que uma residência exige

58e83bc63adc71a8d1ede4db52689ab9    5092d062fd061684e1378442d501dde3

Com as novas tecnologias, os elementos vazados são encontrados em diversos materiais como cimento, cerâmica, porcelana, madeira, aço, etc. No Brasil, as iniciais dos nomes dos engenheiros que trabalhavam na cidade do Recife, em Pernambuco,  Amadeu Oliveira Coimbra, Ernest August Boeckmann e Antonio Góis resultaram no nome do conhecido Cobogó, muito usado nos projetos contemporâneos

a05e9160a27fe10e5cc6be3566221fd9    courtyardhouseofstone

0d970a7661be6270fa45dd1c6ffaa2dc 2c99865cc926654f5781298007ade61e

0280f7bde8c3aed881780607eead7a22      a06759b23a7caa1600994be62aaf57b3

Projeto Corporativo em Porto Alegre/RS

ibiescritório_recepção_rev01_folha4 A principal meta de um projeto corporativo é inovar, preservando a funcionalidade, flexibilidade e conforto aos usuários

ibiescritório_estaçãodetrabalho_rev01_folha5 o projeto corporativo deve conferir modernidade, segurança, seriedade, receptividade, formalidade ou informalidade, dependendo da imagem corporativa de cada clienteibiescritório_diretoria_rev01_folha1 Projetar espaços funcionais, com vista a aumentar a produtividade, reproduzir as diretrizes da empresa e assim solidificar sua identidade corporativa

ibiescritório_reuniãovista01_rev01_logo2 Ambientes confortáveis, harmônicos, organizados, e ao mesmo tempo eficientes para reforçar o impacto da marca

ibiescritório_reuniãovista02_rev01_logo3 Estilo e elegância nas várias possibilidades de ambientações

ibiescritório_copa_rev01_logo7 Nas horas de trabalho as exigências constantes com relação à qualidade e produtividade, além do convívio direto com outras pessoas da empresa sugerem necessidades de espaços funcionais e criativos

ibiescritório_recepção_rev01_folha4

Calor no inverno

fogonalafoa Calor, luz, cheiro de madeira queimada,  lareira é paixão de inverno

J.Vilhora_9470 No ritual do fogo, a lareira aproxima as pessoas

J.Vilhora_4546 A lenha estalando pede taças de vinho e longas conversas

_MG_1913 A gás, lenha, elétrica, ecológica o que importa é o calor e o aconchego

fogo-nas-pedras1Inverno, doce inverno das manhãs
Translúcidas, tardias e distantes
Propício ao sentimento…..

Vinícius de Moraes