Tag Archives: Arte

10 Tendências que ficaram “over”

Móveis grandes

Móveis extra grandes são ineficientes no espaço porque comprometem a circulação. O ideal é optar por móveis de tamanho normal, desse modo a casa ficará perfeita

IMG_0263

Decoração Anos 1950

As peças Ano 1950 ficaram cansativas. Peças fora do contexto inundaram ambientes “moderninhos”. Que tal experimentar outras propostas de mobiliário? Quem sabe móveis do Séc XIX?!

IMG_0225

Tapetes em peles

Os ambientes podem ficar mais chiques com os tapetes feitos à mão. Os Kilins não saem de moda e são sempre bem vindos.

Pendentes com lâmpadas expostas

A função das luminárias pendentes é esconder as lâmpadas. Com a tendência do uso de lâmpadas de filamentos nos pendentes, houve um verdadeiro excesso na forma de uso. O ideal é rever o projeto luminotécnico com outras propostas de uso e escolha de formato, escondendo as lâmpadas, claro.

IMG_0230

Plantas Suculentas

Bonitas e fáceis de cuidar, as suculentas espalharam-se por toda a casa. Mas atenção, um pouco de cor e exuberância de outras plantas podem dar charme e sofisticação aos ambientes.

IMG_0231

Metal Polido

O estilo industrial e os metais polidos já ficaram para trás. Agora a tendência é por metais mais quentes, como o bronze e o ouro, que estão na moda e agregam elegância ao espaço.

IMG_0232

Carrinhos Bar

Quando usado corretamente, os carrinhos bar podem ser úteis, mas muitas vezes os excessos nas prateleiras podem comprometer o visual. Menos é mais.

IMG_0233

Espaços Abertos

Forte tendência dos últimos anos, onde os espaços integrados foram criados para família e amigos, hoje a busca é por ambientes privados. Ao invés da cozinha aberta para sala, a necessidade hoje é dos espaços onde se pode apreciar obras de arte, ouvir música, receber amigos  como nas salas estar de outros tempos.

IMG_0234

Cartazes

Troque as frases positivas por belas fotografias. Palavras bonitas devem ser guardadas para cartões postais.

Saturação do Vintage

Escolher uma peça vintage pode ser uma boa ideia e ponto de partida para compor o ambiente, mas nada de exageros. O excesso pode transformar a casa num antiquário.

Bom senso, equilíbrio, qualidade ainda são palavras chaves para quem quer decorar.

Anúncios

Tudo e Todos

 

1DAC928A-DA44-408F-92E8-75B6BCF5004A.JPG

Quem visitar Lisboa não pode deixar de conhecer a Tudo e Todos!

A proposta da loja é ser um ponto de encontro de amigos, clientes, artistas, artesãos e turistas. Miguel Reduto, proprietário da loja ateliê,  pensa o espaço para acolher pessoas. A Tudo e Todos é uma loja com alma.

 

O prédio data de 1896, projetado para ser uma padaria, preserva os azulejos azuis, tipicamente portugueses e os fornos de pães.

 

Esculturas em pedra, quadros, artesanatos regionais, cerâmicas, bijouterias, bolsas em tecidos, carteiras, tapetes, louças em barro, vinhos, livros, azulejos, móveis, azeites, estão dispostos  nas duas salas do ateliê  de onde se vê a passagem do elétrico 28.

 

Um espaço de projetos, ideias e pessoas. Realmente a não perder em Lisboa!

 

Tudo e Todos | Rua Dos Poais de São Bento, 31, 1200-346 Lisboa | Portugal

 

 

“Lisboa tá na moda”

Quem nunca viu Lisboa, nunca viu coisa boa….

“Lisboa é tão linda que poderia ser chamada de Lisótima”

 

A luz da cidade encanta poetas, pintores, fotógrafos e viajantes. Essa luz que incide nas 7 colinas e reflete no azul do Tejo, faz de Lisboa uma cidade singular. Capital cosmopolita, ainda preserva a tradição de um lugar tranquilo. Lisboa vive em festa permanente, independente da estação do ano. No inverno ou verão, faça chuva ou faça sol, a alegria corre solta pelas ruas. Hoje, em terra lusitana, aportam  povos do mundo inteiro. Do cais, onde outrora saiam navegantes descobridores para a América, África e Ásia, em uma curiosa inversão da história, passam a descobrir Portugal.

O Tejo corta Lisboa da Lisboa Sul, como uma artéria que pulsa a paixão. O rio reflete luz,  num brilho azul pontilhado de gaivotas. O por do sol é um acontecimento especial todo fim de tarde.

 

Diversidade é a palavra da ordem para quem vive em Lisboa.  O espírito frenético da cidade inspira a poesia de rua e dos livros. Ao caminhar pelo Chiado e pelo Bairro Alto é possível encontrar com Madona pelos bares e cafés,  nova moradora da cidade.

Na arquitetura descobre-se tesouros dos períodos Românico, Gótico, Manuelino, Barroco, Pombalino, Neoclássico, Modernismo….É impossível sair de casa sem uma boa máquina fotográfica.

 

Os sabores gastronômicos levam ao pecado da gula, assim como os doces conventuais levam aos céus, onde todos se sentem anjos, tamanha doçura.

Andar a pé pelas ruas estreitas da Misericórdia, de Santos ou de elétrico conhecendo também o Castelo de São Jorge, o Mosteiro dos Jerónimos, o Castelo de Belém e o Monumento dos Descobridores, é uma imersão pela cidade que exerce fascínio em todos que a conhecem.

Lisboa é menina alegre, que conta histórias do tempo, faz poesia  e nos faz sonhar…

 

Design Vintage

Os  apaixonados por clássicos do design e móveis dinamarqueses, que vêm  ao Porto, vale a pena conhecerem a loja Vintage Departement, espaço onde se econtram peças que são verdadeiros tesouros com preços convidativos.

Aberta em Dezembro a loja tem sido referência para arquitetos e designer de interiores. Seu primeiro endereço fica em Lisboa, mas a loja do Porto também  tem móveis de designers, peças recuperadas e objectos industriais, sendo que, entre os vários designers representados estão: Christian Lacroix, Sigurd Ressel, Matthew Williamson, Arne Jacobson, Charles and Ray Eames, Martin Visser e Sandra Baia.

As peças restauradas são de ótima qualidade. Clássicos  do design que compõem qualquer ambiente com muito charme.


A nova loja de decoração Vintage situa-se na Ribeira do Porto, ao lado do Mercado Ferreira Borges. Além de igrejas, museus, bares e restaurantes, a loja é digna de uma visita para encher os olhos e a casa com peças que são verdadeiros achados.

Arquitetura, Arte e Cultura

Nos últimos anos têm ocorrido  muitas contestações acerca do propósito da arquitetura – as respostas variam da criação de formas à antídoto para os males da sociedade. Por ser funcional, a arquitetura não é considerada arte.
Entretanto, há uma corrente de arquitetos Pritzker e críticos de arquitetura que afirmam que a arquitetura é a maior de todas as artes – em seu melhor, se torna “uma obra de arte por onde podemos nos mover e onde podemos viver”.
Enquanto as discussões sobre arquitetura não chegam a um consenso, surgem novos e ambiciosos arranha-céus, onde procuram-se equilíbrio entre o Homem e a Natureza.
Dos Estados Unidos à China, da Espanha ao Marrocos, conheça os treze edifícios mais esperados em 2017 que são verdadeiras obras de arte.
Entre museus, hóteis, residências e sedes de empresas, há um universo de novos destinos prontos a abrirem com os mais modernos traços da arte contemporânea.

IMG_8981

West Side 28 th Street, New York, USA. O Edifício de 11 andares valeu o Pritzker à Zaha Hadid . Cada apartamento vale 50 milhões de dólares.

IMG_8980

Ponte de Vidro no Grande Desfiladeiro de Zangjiajie, China. Aguentará 800 pessoas ao mesmo tempo. O projeto foi inspirado em “Avatar”. Projeto de Haim Dotan.

IMG_8979

Museu de Arte Moderna e  Contemporânea, Jakarta, Indonésia. Terá 800 coleções dos países; Indonésia, Estados Unidos, Europa Ocidental e Ásia. Projeto Met Studio Design.

IMG_8978

Centro Botin, Cantábrica, Espanha. É um centro cultural, artístico, educativo e literário. Projeto Renzo Piano Building Workshops and Luis Vidal+Architects.

IMG_8977.PNG

Museu Blavand Bunker, Blavand, Dinamarca. Fica próximo a um bunker militar alemão, nas montanhas. Projeto  Ingels Group.

IMG_8976.PNG

Museu Ives Saint Lorent, em Marrakech, Marrocos. Projeto Studio Ko.

IMG_8975.PNG

Centro Artístico Gardian, Pequim, China. Projeto Buro Olen Scheeran.

IMG_8974

The Silo, Copenhague, Dinamarca. São apartamentos introduzidos em um edifício industrial. Construído em concreto. Projeto COBE.

IMG_8973

Vila Huangshan, Anhui, China.  Fica à beira do lago Taiping. Os edifícios parecem cápsulas metalizadas nas montanhas. Projeto MAD Archictets.

IMG_8972

Museu de Arte Contemporânea, Zeits, Cidade do Cabo, África do Sul. Projeto  Heaterwick Studio.

IMG_8971

LEGO  House, Billund, Dinamarca. Inspirado nos blocos de brincar da Lego, o edifício terá um café , parque e loja. Projeto LEGO.

IMG_8970

Louvre, Abu Dhab, Emirados Árabes Unidos. Custou 653,4 milhões de dólares. Seria inaugurado em 2012. Projeto Atelier Jean Nouvel.

IMG_8969

Estação TGV – Napoli – Afragalo, Nápoles, Itália. Ligará Nápoles à Roma. Está em construção. Projeto  Zaha Hadid.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ô abre alas!! Hambúrguer e arte!

Menu de carnaval! 

 

Ontem o prato do dia não foi bacalhau, foi hambúrguer!

O que não falta no Porto são restaurantes, cafés, confeitarias. A variedade de restaurantes regionais e especializados em peixe surpreende na qualidade dos produtos, principalmente o peixe. Mas nem todo dia se come bacalhau, sardinhas e robalos assados ou tripas à moda do Porto.

No mês passado chegou ao Porto Steak’n Shake, a terceira hamburgueria da rede americana em Portugal, onde o charme fica por conta de saborear hambúrguers ao lado dos murais de Joana Vasconcelos. Artista plástica portuguesa da Arte Pública, reconhecida pelos inúmeros trabalhos internacionais, como a Bienal de Veneza,  Versailles e São Paulo.

Em tempos de polêmicas sobre Street Art e cor na cidade de São Paulo, os painéis de Joana Vasconcelos feitos de azulejos coloridos, encantam e enchem os olhos. É impossível não fotografar. As cores e formas contrastam com a arquitetura de casarios acinzentados pelo tempo. Olhar por instantes os murais, é ter a sensação de alegria em fração de segundos. São 20 metros de painel na fachada lateral, em 8000 azulejos idealizados e pintados à mão pela artista plástica. A inspiração vem das filigranas, trabalho ornamental feito de fios muito finos usados em joias de ouro , prata ou bronze, neste caso, da região de Viana do Castelo.

O hambúrguer é muito bom, acompanhado da tradicional batata frita é servido por jovens simpáticos e muito educados.

Um casal gastará em média 17 Euros, bebendo 2 finos (chopps).

A hamburgueria fica no Largo do Moinho de Vento, na Baixa| Porto

Vale conferir!

Cor na cidade 

 

 

Casa dos Afectos

img_8732

O Blog mudou! 

Uma nova fase se inicia. Estou no Porto, a 9000 km das minhas raízes brasileiras e paulistanas. Além de arquitetura, decoração e design, que são profissão e paixão,   quero partilhar minha experiência de morar no Porto, em Portugal, mostrar a correspondência das influências que a cidade exerceu no Brasil e em São Paulo, a conexão que ainda mantemos, mostrar lugares de charme pouco divulgados e o turismo rural da região, dar sugestões de onde comer, dicas para estudantes, para quem quer morar e trabalhar neste país maravilhoso – comportamentos, cultura, moda, cinema, poesia, cozinha, arte, história, artesanato, enfim, contar em detalhes as minhas percepções.

Pela 3ª vez, o Porto é a cidade eleita como melhor destino europeu 2017. A cidade é um mosaico urbano e natural;  Oceano Atlântico Norte, Rio Douro, cidade histórica que preserva referências românicas do período da Idade Média, do Barroco na  Baixa e Ribeira, arquitetura internacional com os  Pritzker portuenses Álvaro Siza, Eduardo Souto Moura e do holandês  Rem  Koolhaas. Cidade onde tradição e modernidade vivem em harmonia e fazem qualquer visitante se apaixonar.

O nome do blog agora passa a se chamar “Casa dos Afectos”. A casa é o nosso abrigo, habitat, espaço de sonhos onde construímos nossos “Afectos”. E essa casa pode estar em qualquer lugar do mundo.

É através da janela desta casa portuguesa, onde há sempre pão e vinho sobre a mesa, com certeza , que quero repartir, aprender,  trocar experiências e descobrir um novo modo de ser/estar, arquitetando pontes de afectos.

 

Salone Del Mobile 2015 Preview

SalonePreview_Molteni_01

Em  Milão o evento mais importante do design internacional, o Salone del Mobile, começa na próxima semana de  14 à  19 de Abril de 2015. Muitos eventos paralelos de design ocorrem  em toda a cidade. Milão se transforma na capital mundial de inovação do design. Este ano a Euroluce, que é bienal, completa o cenário do design com ousadia.

Drift

flylightdrift fragile fragilefuture noladrift

01_2_0 Molteni 80 anos

vico_gallery01cassinavico_still_life01vico_gallery01

1.-Melt-Copper-Chrome-Gold-1024x683 2.-Melt-Copper-Cluster-1024x683tom dixon

Tom Dixon

13.-Wingback-Chair-1024x724

Atelier Biagetti

1-triptych-I-largeatelierbiagetti

Moooi

joost_and_kiki_with_tudor_low_cupboard_at_the_moooi_presentation_during_salone_del_mobile_2014 tudor_cupboard_blue_2-forweb-moooi tudor_cupboard_blue_4-forweb-moooi tudor_low_cupboard_thumb

02_2 DSC3127baxter

Baxter

NAL3081 NAL3094

Squat

NAL3105 NAL3163 NAL3430lasvit lasvitII

Lasvit

lasvitIII lasvitIV

Atelier Baigetti – Bonjour Milàn (Galerie Italienne Paris)

SalonePreview_BMW_01 petit_tables_groupage-largeatelierbaigetti tavolo-largeatelierbiagetti SalonePreview_Nilufar_03 vincent_groupage-largeatelierbiagetti

Design Atemporal

miami-corbusier-684x513

Le Corbusier na universidade

A linguagem simétrica e limpa é a tônica dos dormitórios de universidades idealizados por Jean Prouvé, Le Corbusier e Charlotte Perriand nas décadas de 30 e 50. Como parte do Design Miami, a galeria Patrick Seguin montou uma elogiada exposição com recriações de projetos dos célebres designers feitos especialmente para os espaços acadêmicos. A obra dedicada a Corbusier e Perriand é uma reprodução do Quarto Brasil, construído em 1959 para acomodar estudantes estrangeiros na Cité Internationale Universitaire de Paris (foto acima). Os outros dois ambientes – também com total economia de ornamentos – são de Prouvé, feitos nos campus das cidades de Nancy e de Anthony. As composições são familiares, e não é difícil perceber como esses mestres franceses influenciam as gerações posteriores a eles.

miami-jean-prouve1

Cité Universitaire, Nancy. Jean Prouvé, 1932

miami-jean-prouve21

Cité Universitaire, Antony. Jean Prouvé, 1956

Pesquisa: Radar