Tag Archives: design de interior

Design Vintage

Os  apaixonados por clássicos do design e móveis dinamarqueses, que vêm  ao Porto, vale a pena conhecerem a loja Vintage Departement, espaço onde se econtram peças que são verdadeiros tesouros com preços convidativos.

Aberta em Dezembro a loja tem sido referência para arquitetos e designer de interiores. Seu primeiro endereço fica em Lisboa, mas a loja do Porto também  tem móveis de designers, peças recuperadas e objectos industriais, sendo que, entre os vários designers representados estão: Christian Lacroix, Sigurd Ressel, Matthew Williamson, Arne Jacobson, Charles and Ray Eames, Martin Visser e Sandra Baia.

As peças restauradas são de ótima qualidade. Clássicos  do design que compõem qualquer ambiente com muito charme.


A nova loja de decoração Vintage situa-se na Ribeira do Porto, ao lado do Mercado Ferreira Borges. Além de igrejas, museus, bares e restaurantes, a loja é digna de uma visita para encher os olhos e a casa com peças que são verdadeiros achados.

Anúncios

Intemporais

Projeto Residencial 2004

Se quiser entender o presente, pergunte ao passado.

A experiência profissional do arquiteto vaticina – prevê tendências, estilos, comportamentos.

Tendências do Décor 2015

O sentido estético evolui com o passar do tempo. Na decoração tudo é cíclico, alguns estilos se apresentam em releituras em novos  materiais e tecnologias.

Para facilitar listamos 10 tendências para 2015. Da cor reluzente à forma perfeita, da textura suave ao brilho, da década que agora nos rege à criação dos países que ditam tendências, podemos adaptar à nossa cultura e clima, o que vem por aí aos seus desejos de ter uma casa bonita e confortável.

A COR: PETRÓLEO

O azul petróleo está em alta. É a cor do momento. A sugestão é usar a cor em poltronas e peças pequenas, em veludo que também é tendência

ambientes-2014-08-281409257747117 poltronaazulpetrolio

produtos-2014-06-101402427207133-sm ambientes-2014-06-131402689032160

A FORMA: CURVA

A curva, linha que fascinava e orientava a arquitetura de Oscar Niemeyer no período modernista, é um dos elementos mais interessantes também nos interiores.  Voltou de forma soberana numa das peças mais importantes do mobiliário: o sofá! Do espanhol Jaime Hayón, para Fritz Hansen, aos franceses Pierre Yovanovitch e os Irmãos Bouroullec, estes para Ligne Roset, a curva nos sofás hoje é tudo.

images (2) sofácurvo

475-sofa-ploum-02-720x440 Sofa-Favn-de-Jaime-Hayon-para-Fritz-Hansen-7-625x300

A TEXTURA: VELUDO

O veludo é eterno, e vai dominar os estofados. É o que dizem os fabricantes de prèt-a-porter em mobiliário, desde o Salão do Móvel, em Milão.  Feito de algodão, o tecido de pelos curtos – sim, o bom veludo tem que ser absolutamente natural – é um must colorido de volta às nossas casas, em sofás e poltronas. Especialmente em cinza, bege, amarelo e laranja.

big-03-BEB_ITALIA-MART_2012-MART poltrona amarela produtos-2012-10-051349463404151 produtos-2014-04-24139835740560 produtos-2012-10-051349461704198

O BRILHO: DOURADO

O livro ‘O Brilho do Bronze’ (Editora Cosac Naify) é um dos best sellers atuais. Nele, o historiador Boris Fausto faz reflexões dolorosas, envoltas pela marca da ausência – só lendo para saber… Pois o resultado revela um olhar crítico e atento à vida contemporânea, com o humor de seu autor, mesmo em uma cena triste. No nosso caso, o brilho do dourado se revela em objetos lindos como um vaso solitário, assim como o brilho do latão em móveis que voltam à tona enxutos, de forma – brilhante na decoração, às vezes somado ao tom cromado, em jogo ouro e prata.

vaso mesas

aparador mesaII

DEVE TER: VASOS

Vasos servem para tudo numa casa: colocar flores, enfeitar sozinhos – ou mesmo em grupo, uma apresentação muito em alta – uma mesa ou aparador, formar coleções. De todas as décadas ou séculos, em materiais como a cerâmica ou a porcelana,  em formatos e funções diversas. Eles podem, ser chineses, franceses, ou dinamarqueses. Mas são, sem dúvida, um item obrigatório em uma boa decoração em todos os tempos.

vasoI vasoII vasoIII

A DÉCADA: ANOS 1970

O auge  psicodélico  iniciado no final dos anos 1960 explode nos anos 1970 – na moda e na decoração. A excentricidade atinge o seu apogeu do século 20 em peças modernas e com humor. O acrílico aparece em todas as suas formas e cores: da transparência das poltronas e das cadeiras à negritude de uma escrivaninha, passando pelos pés de abajur. O design dos estofados desta época começa a esbanjar conforto.

panthella_table e216ea3dfbaf69965332a51486a7705e parede-anos-70 poltrona acrilico

O ESTILO: ART DÉCO

O estilo Art Déco é o máximo da elegância: sempre reaparece como uma fênix. Porque tem características fortes, com móveis e objetos cheios de personalidade e linhas muito firmes que agradam a qualquer dos tempos em que os desafios se impõem. Exemplos fantásticos deste período belo e rígido – cadeira estofada em tecido com grafismo preto e branco, mesa lateral com pés em aço, luminária, poltrona e lustres. Coisas de quem entende que o estilo está acima de tudo.

cad 3f015e3117c7d7fbe631abc1c1bf025d bc3753989d1efbefe60c6613f43fdd8dpad 99bc097a381d1c89a9f21f3121149adc b9ca4c3a4bac3239878b47e3dae75de1

PEÇAS COM ASSINATURA: OSCAR NIEMEYER, SÉRGIO RODRIGUES, JOAQUIM TENREIRO, JORGE ZALSZUPIN, LINA BO BARDI

Designers brasileiros ou estrangeiros dos anos 1950, com influência do Modernismo brasileiro, estão em alta. Ter um móvel assinado por designers é um privilégio, e sinônimo de boa qualidade.

7c02067e491725d3263169f53936fbeb cc7cc0b765d81dc2cb344f8b419f0f60 8523811_1 diz_1 ZALSZUPIN tenreiro

DESIGN BRASILEIRO

Rústico, minimalista, criativo, o design brasileiro tem qualidade, e é valorizado no mundo inteiro. Uma grande aposta no décor!

3db6ebb85e479d19aecc5200e7a157bc 694edec3f1e9d4aeda544ad5ea9cd61c 3c4f3fca3fa4c2ebf5b81dd762e4687d 3377a5deb99e42d9d3544c82d3e097f9 a1e495ccf99217eca4a5b3783b80aa4e a578e97b63f80c24769e140b1759a146 ec32f569d4fbf8c39f1f992cf960c265

GLOBALIZAÇÃO: ASIA E EUROPA

Cruzando os mares, do século 19 aos dias de hoje, estes móveis chegam ao Brasil com o sabor da tradição. Mas com absoluta certeza de que compõem a melhor base clássica para um ambiente contemporâneo. Aqui ou em qualquer lugar do mundo.Originários da França, da Itália, do Japão e da China.

BIOMBO ESTANTEASIA OPALINO POLTRONA LUIS XV

A Cor de 2015

p7

PANTONE  18 – 1438 Marsala

A Cor de 2015 eleita pela Pantone  será  Marsala 18-1438, tendência base da paleta  Primavera/Verão.
Sensual e ousada, Marsala é uma cor  convidativa,  que supri necessidades,  exalando confiança e estabilidade, que alimenta  corpo, mente e alma. Muito parecido com o vinho Marsala, produzido na cidade do mesmo nome na Cecília, Itália,   incorpora  calor, riqueza e  sofisticação dos tons naturais ligados à terra.

pantone2015

Pantone_Color_of_the_Year_Marsala_Story_One_Image4 Pantone_Color_of_the_Year_Marsala_Story_One_Image3

p2 p3 p5

marsala-pantone-decor-wedding-casamento-inspire-minhafilhavaicasar-1 marsala

A Cozinha

J.Vilhora_1103

A cozinha é um dos lugares mais desejados de uma casa. É o lugar onde se reúnem família e amigos, em torno do(a) chefe que se habilita nas aventuras gastronômicas, ou mesmo nas simples refeições cotidianas. A cozinha contemporânea é um lugar social, onde os projetos são cada vez mais audaciosos na diversidade de materiais e equipamentos. Mas é também o lugar da casa onde se guardam histórias. A cozinha sempre traz à memória a casa da infância, a mãe, a avó, e mesmo aquela figura que fazia a comida e ajudava nos serviços da casa. A memória da receita do bolo, do pão,  do doce, herança dos segredos de família, passados de geração a geração.  É impossível esquecer o cheiro do café com bolo de fubá das tardes alegres da infância.

              Projeto Apto em Santo André/2013

     J.Vilhora_1130 J.Vilhora_1105J.Vilhora_1141

A Cozinha na história   

Na história do Homem, a cozinha sempre fez parte da evolução humana,  desde a descoberta do fogo, onde se reuniam ao redor da fogueira para preparar e dividir a caça do dia. No século XVIII a cozinha se localizava nos porões e lugares próximos da criadagem, sempre afastada da burguesia, por se tratar de lugar sujo e de serviço braçal. Com a Revolução Industrial do século XIX, passa a ser pensada como linha de produção, e assim surge a lógica aplicada aos projetos de cozinha, com estudos e conceitos de ergonomia que otimizam o espaço. Em meados dos anos 1926, a arquiteta vienense Margareth Schutte Lihotzky, desenvolveu o conceito da Cozinha de Frankfurt em parceria com o arquiteto Ernest May, de Fankfurt/Main – responsável pela urbanização de Frankfurt, no programa de construção de residências, onde as moradias deveriam ser mais racionais. A Cozinha de Frankfurt era inspirada nas cozinhas dos navios de guerra alemãs, onde se preparavam muitas refeições em pequenos espaços. Desse modo surgem os estudos de ergonomia da vida doméstica aplicados aos projetos de arquitetura, com a cozinha embutida –  instalação dos armários embutidos em 10 mil moradias durante a implantação do Plano Diretor de Frankfurt, na Alemanha. Após a Segunda Guerra Mundial, este modelo de cozinha se estabeleceu na Europa e Estados Unidos como padrão de arquitetura. Posteriormente, assimilados em todo o mundo.

J.Vilhora_0033 J.Vilhora_0044

Projeto Vila Romana/SP 2010

J.Vilhora_0035 J.Vilhora_0041

Diversidade de materiais e acabamentos

A cada ano, a indústria moveleira e de equipamentos de cozinha surpreendem com as  inovações que facilitam a vida dos consumidores. Com todos os equipamentos tecnológicos disponíveis no mercado, tornaram   o espaço da cozinha um ambiente de desejo, e não só pelas iguarias dos sabores produzidos nos fornos e fogões. Tudo para tornar o ambiente funcional e confortável.

Projeto Santo André/SP

2anapaulacuba_cozinhavista01_rev011anapaulacuba_cozinhavista02_rev01

Cozinhas claras, coloridas, grandes ou pequenas, abertas e integradas aos espaços sociais, salas e varandas – a cozinha é o espaço da casa onde se aguçam os sentidos.  O cheiro, a cor, o sabor e os sons vindos da cozinha são fontes de prazer e saciedade. A diversidade de materiais que compõe a cozinha, fazem a alegria de arquitetos, designers de interiores e clientes. Revestimentos como pastilhas, porcelanatos, cerâmicas, ladrilhos hidráulicos, laminados, melamínicos, madeiras, aços, vidros, pedras de granitos, e resinas, acompanhados de um projeto luminotécnico, valorizam ainda mais o espaço que enche os olhos de qualquer pessoa. Equipamentos de áudio, vídeo, e internet complementam o projeto e o uso da cozinha. Mas a cozinha funcional contemporânea requer personalidade, assim como toda a casa. Fogões, fornos, cooktops, coifas, geladeiras, cafeteiras e todo o arsenal de equipamentos embutidos, compõem a funcionalidade do espaço com cores e estampas diferenciadas que personalizam o projeto. Mas a cozinha branca é sempre a mais solicitada pelos clientes, pelo conceito subjetivo de limpeza e luz.

Projeto Santo André/SP

J.Vilhora_9493 J.Vilhora_9500 J.Vilhora_9507 J.Vilhora_9508 J.Vilhora_9498 J.Vilhora_9513

Projeto Moóca/SP

    5antoniobrabo_cozinha_rev01_logo 6antoniobrabo_cozinha_rev02_logo

Tendências

Tendência nos projetos de cozinha, a ilha de apoio à zona de serviços valoriza a distribuição dos equipamentos e dá suporte na organização do espaço. Pode conter ou não o fogão, e a cuba gourmet. É um item que substitui a mesa da cozinha. A ilha em bancada de quartzo, com proteção bactericida, em diversas cores, facilita o trabalho entre pia e fogão e valoriza o layout.

Projeto São Caetano/SP

      7cozinha 18cozinha 2

Projeto Moema/SP

9Cozinha10Sala de almoço

Os acessórios de divisão de gavetas, os despenseiros, os gavetões com suas corrediças deslizantes e amortecedores são essenciais no uso diário. Aquecedores de louças e pratos, antes só encontrados em cozinhas industriais, agora em versões de cozinhas residenciais. O design das torneiras, com diversas opções de acabamentos, e funções de jatos e filtros facilitam o uso diário.

Projeto Jardim Europa/SP

                            J.Vilhora_4651 J.Vilhora_4657                                                                                                                   J.Vilhora_4662

Entre as cores dos acabamentos dos armários, o açaí, o cinza, o café, o chocolate, o aço corten, e as  infinidades de acabamentos de madeiras como o carvalho, e a madeira de demolição, são opções para todos os gostos.  O dourado, numa versão mais atualizada, menos brilhante,  e o aço escovado  que nunca sai de moda, dão ao detalhe um toque especial na composição do projeto.

No revestimento do piso, o material cimentício faz contraste aos equipamentos e acabamentos nobres dos armários,  numa linguagem contemporânea de projeto.

Mas para uma cozinha especial o importante na personalização são as referências pessoais, os sonhos e também os objetivos de funcionalidade, sem perder o aconchego e o cheiro de alecrim. Boa sorte no projeto da sua cozinha!

 

É preciso decorar o interior de si mesmo

                                       16173_10152845532883658_1031367421482889993_n   10387308_10152845532888658_4726540313879409476_n

No início do projeto o arquiteto e designer de interiores, reflete primeiramente a personalidade dos proprietários. Geralmente, os profissionais têm “feeling” para perceber o estilo, as necessidades, e os sonhos de quem vai morar na casa. Na dialética da Poética do Espaço, Bachelard nos diz que, “Essa casa sonhada pode ser um simples sonho de proprietário, um concentrado de tudo o que é considerado cômodo, confortável, saudável sólido ou mesmo desejável para os outros. Deve contentar então o orgulho e a razão, termos inconciliáveis.”

                                                        36a62b9351323d1c35656e93a6fe0335 48e05dfb44f12071f69e4e1497acd4e4

                      Existem almas corajosas que  decoram o interior de si mesmas – e com um excelente resultado

Home-office – Projeto 2013/SP –  Mesa Casina, Porta-objetos Vitra

         J.Vilhora_4757

J.Vilhora_4777

J.Vilhora_4775

Projeto São Bernardo do  Campo 2009 – Home-Office

J.Vilhora_9676 J.Vilhora_9666

        Projeto Santo André 2009- Home-Office

J.Vilhora_9548

                                            e317ab453e46a8b28af6accf4490636c   8687a60b7ccb3588f8d2d9afe0a099cd (1)

8246f195dce13d13d9c501879e965751

Os cantos favoritos da casa proporcionam intimidade com momentos de privacidade

Num mundo tão barulhento é preciso experimentar o silêncio

biblioteca 0d31efbc34d5e2aed5a2511715ed6c3cd15f72da46b1b673074e1a73ff88f811

Projeto Corporativo em Porto Alegre/RS

ibiescritório_recepção_rev01_folha4 A principal meta de um projeto corporativo é inovar, preservando a funcionalidade, flexibilidade e conforto aos usuários

ibiescritório_estaçãodetrabalho_rev01_folha5 o projeto corporativo deve conferir modernidade, segurança, seriedade, receptividade, formalidade ou informalidade, dependendo da imagem corporativa de cada clienteibiescritório_diretoria_rev01_folha1 Projetar espaços funcionais, com vista a aumentar a produtividade, reproduzir as diretrizes da empresa e assim solidificar sua identidade corporativa

ibiescritório_reuniãovista01_rev01_logo2 Ambientes confortáveis, harmônicos, organizados, e ao mesmo tempo eficientes para reforçar o impacto da marca

ibiescritório_reuniãovista02_rev01_logo3 Estilo e elegância nas várias possibilidades de ambientações

ibiescritório_copa_rev01_logo7 Nas horas de trabalho as exigências constantes com relação à qualidade e produtividade, além do convívio direto com outras pessoas da empresa sugerem necessidades de espaços funcionais e criativos

ibiescritório_recepção_rev01_folha4

Calor no inverno

fogonalafoa Calor, luz, cheiro de madeira queimada,  lareira é paixão de inverno

J.Vilhora_9470 No ritual do fogo, a lareira aproxima as pessoas

J.Vilhora_4546 A lenha estalando pede taças de vinho e longas conversas

_MG_1913 A gás, lenha, elétrica, ecológica o que importa é o calor e o aconchego

fogo-nas-pedras1Inverno, doce inverno das manhãs
Translúcidas, tardias e distantes
Propício ao sentimento…..

Vinícius de Moraes

 

Explosão de Cores

 

Imagem

A coleção deste ano de Paula Lenti, apresentada na “Chiostri dell’ Umanitaria” em Milão explora cores e texturas, característica marcante em seu trabalho

Imagem

Imagem

Imagem

A designer brinca com tonalidades e gama de cores que deslumbra. As peças podem ser usadas em áreas internas, jardins e piscinas

Imagem

Imagem

Imagem

Ousadia e elegância em peças de corda para áreas externas,  fruto de um longo trabalho em pesquisa

Imagem

Imagem

 

 

Dança e Arquitetura

Imagem

O espaço sempre me fez silencioso
Jules Vallès, L’enfant

Imagem

O mundo é grande, mas em nós ele é profundo como o mar
Rilke

Imagem

A consciência “se eleva” durante uma imagem que comumente “repousa”.

A imagem já não é descritiva;  é resolutamente inspiradora

Gaston Bachelard

Imagem

As geografias solenes dos limites humanos….

Paul Éluard, Les yeux fertiles