Tag Archives: Design de Interiores

10 Tendências que ficaram “over”

Móveis grandes

Móveis extra grandes são ineficientes no espaço porque comprometem a circulação. O ideal é optar por móveis de tamanho normal, desse modo a casa ficará perfeita

IMG_0263

Decoração Anos 1950

As peças Ano 1950 ficaram cansativas. Peças fora do contexto inundaram ambientes “moderninhos”. Que tal experimentar outras propostas de mobiliário? Quem sabe móveis do Séc XIX?!

IMG_0225

Tapetes em peles

Os ambientes podem ficar mais chiques com os tapetes feitos à mão. Os Kilins não saem de moda e são sempre bem vindos.

Pendentes com lâmpadas expostas

A função das luminárias pendentes é esconder as lâmpadas. Com a tendência do uso de lâmpadas de filamentos nos pendentes, houve um verdadeiro excesso na forma de uso. O ideal é rever o projeto luminotécnico com outras propostas de uso e escolha de formato, escondendo as lâmpadas, claro.

IMG_0230

Plantas Suculentas

Bonitas e fáceis de cuidar, as suculentas espalharam-se por toda a casa. Mas atenção, um pouco de cor e exuberância de outras plantas podem dar charme e sofisticação aos ambientes.

IMG_0231

Metal Polido

O estilo industrial e os metais polidos já ficaram para trás. Agora a tendência é por metais mais quentes, como o bronze e o ouro, que estão na moda e agregam elegância ao espaço.

IMG_0232

Carrinhos Bar

Quando usado corretamente, os carrinhos bar podem ser úteis, mas muitas vezes os excessos nas prateleiras podem comprometer o visual. Menos é mais.

IMG_0233

Espaços Abertos

Forte tendência dos últimos anos, onde os espaços integrados foram criados para família e amigos, hoje a busca é por ambientes privados. Ao invés da cozinha aberta para sala, a necessidade hoje é dos espaços onde se pode apreciar obras de arte, ouvir música, receber amigos  como nas salas estar de outros tempos.

IMG_0234

Cartazes

Troque as frases positivas por belas fotografias. Palavras bonitas devem ser guardadas para cartões postais.

Saturação do Vintage

Escolher uma peça vintage pode ser uma boa ideia e ponto de partida para compor o ambiente, mas nada de exageros. O excesso pode transformar a casa num antiquário.

Bom senso, equilíbrio, qualidade ainda são palavras chaves para quem quer decorar.

Anúncios

Tudo e Todos

 

1DAC928A-DA44-408F-92E8-75B6BCF5004A.JPG

Quem visitar Lisboa não pode deixar de conhecer a Tudo e Todos!

A proposta da loja é ser um ponto de encontro de amigos, clientes, artistas, artesãos e turistas. Miguel Reduto, proprietário da loja ateliê,  pensa o espaço para acolher pessoas. A Tudo e Todos é uma loja com alma.

 

O prédio data de 1896, projetado para ser uma padaria, preserva os azulejos azuis, tipicamente portugueses e os fornos de pães.

 

Esculturas em pedra, quadros, artesanatos regionais, cerâmicas, bijouterias, bolsas em tecidos, carteiras, tapetes, louças em barro, vinhos, livros, azulejos, móveis, azeites, estão dispostos  nas duas salas do ateliê  de onde se vê a passagem do elétrico 28.

 

Um espaço de projetos, ideias e pessoas. Realmente a não perder em Lisboa!

 

Tudo e Todos | Rua Dos Poais de São Bento, 31, 1200-346 Lisboa | Portugal

 

 

Projeto DB 2016

O projeto DB 2016 é de um apartamento em Santo André |SP, Brasil. A personalização teve início em 2015 com término em 2016. São 140M2 divididos em sala de estar, varanda transformada em sala de jantar, cozinha, área de serviço, lavabo e 3 suites.

_dsc5683-editado

O apartamento do casal, com filhos adultos e não que moram no imóvel, tem estilo contemporâneo e peças  do clássico do design.  Minha opção no conceito do projeto foi  unir conforto e praticidade com a escolha de materiais nobres e atemporais. Como resultado consegui  realizar as expectativas dos clientes com  ambientes claros e elegantes.

Os revestimentos de piso da área social é em porcelanato na cor Branca. O piso da área íntima em madeira Cumaru.

Um dos  destaques é o projeto luminotécnico especial com a criação de cenários de acordo com o layout. Além da iluminação técnica,  alguns pontos  valorizam detalhes da decoração. A iluminação indireta da sanca e pendentes laterais sobre o móvel do home-theater dão um clima intimista à sala.

No living usei tecidos sofisticados como a seda e o veludo nos estofados. O tapete uma criação da designer italiana Patrícia Urqueola, numa composição patchwork em tons de azul.

O mobiliário solto como mesa de centro e banco, a laca cinza claro integram com o móvel do home-theater em laca cinza escuro, mesa lateral azul também em laca, além da mesa de apoio do sofá em madeira, estratégicamente escolhido para aquecer o ambiente. Poltronas Barcelona compõem com o sofá de maneira harmoniosa.

Painel em espelho bronze e porta deslizante Cinex ampliam o ambiente  com requinte.

Como complemento fotografias do deserto do Atacama colorem o ambiente.

IMG_6564

Na varanda jantar optei por clássicos do design com mesa Saarinen e cadeiras Vitra em tom castanho.

A iluminação em pendentes de cobre com lâmpadas de filamentos deram charme à varanda.

_dsc5671

Na cozinha mantive a cor Branca como base e destaquei o armário da bancada em azul petróleo.

IMG_6570

No lavabo usei revestimento da parede em dourado em composição com papel de parede azul e dourado. O espelho bronze destacou a bancada Branca e torneira dourada.

IMG_6566

No dormitório do casal mantive os tons claros com papel de parede cinza azulado, cabeceira da cama em veludo bege, móvel da TV em laca Branca. A sua cortinas são em seda rústica e linho branco.

IMG_6556

O closet é composto por armários em laca Branca, cortinas seguindo o dormitório do casal em seda rústica e linho e tapete  oriental em cinza. Banquetas Barcelona em veludo azul complementam o ambiente.

IMG_6559

Os banheiros Sra. e Sr. Tem como base porcelanato e bancadas na cor Branca. Como detalhe revestimento com textura dentro do box do chuveiro na cor Branca e prata envelhecida.

IMG_6557

IMG_6552

No escritório papel de parede Branco. O destaque é o tapete com desenho da Arte Pop anos 1970, dos Irmãos Campana.

IMG_6551

Na área de serviço mantive a cor Branca para dar continuidade à leitura do conceito do projeto.

IMG_6572

Fotógrafo Hilmar Carrer

Turismo de Charme

 

IMG_8964.JPG

Monverde Hotel Wine Experience 

Este hotel de charme, da rota do turismo rural vínico, fica na Quinta da Lixa, Amarante – Distrito do Porto, na região do Tâmega. Inserido entre as vinhas verdes e frescas de vinho verde,  o hotel mistura-se na paisagem. Nada agride o sítio. Cada detalhe da arquitetura mistura-se às cores da natureza. O respeito com o local vai das curvas de níveis do terreno, na implantação do hotel, aos funcionários que moram na  bucólica Amarante.  Jovens de traços camponeses, que trabalhavam nas vinhas, agora recebem os hóspedes com um sorriso ingênuo de uma simplicidade que encanta.

img_5991

 

O projeto de arquitetura  é do arquiteto Fernando Coelho, e a decoração do designer Paulo Lobo. A arquitetura do hotel em tons de terra, verde azeitona e pedras retiradas da região, está localizado numa área de 22 hectares. A base do projeto está estruturada na sustentabilidade, preocupação dos gestores de uma das maiores vinícolas de vinho verde da região.

img_5967

O hotel se distribui em três edifícios distintos, sendo que no corpo principal encontra-se a recepção, o bar e o restaurante com belos terraços sobre as vinhas.

Os 29 quartos ficam nos outros dois edifícios. Enormes janelas rasgam as fachadas e permitem desfrutar de belas paisagens. A decoração tem uma linguagem despretenciosa, resultando em espaços de charme e de estética contemporânea. Design intimista e confortável.

img_8746

Um spa, refúgio da alma e dos sentidos, estimula um mergulho ao mundo da Enologia.

Os serviços do hotel e restaurante são impecáveis. O chefe comanda uma cozinha contemporânea de  pratos delicados que vão do bacalhau à vitela assada, e sobremesas em releituras de doces conventuais maravilhosos.  O vinho, néctar de prazer, complementa o ritual de sabores.

Conforto e elegância discreta proporcionam relaxamento de rei.

Preços diárias de  €100 à €180 casal

Almoço ou Jantar  entre €60 à €100 casal, aproximadamente.

 

Fotos Aníbal Passos

 

 

 

 

 

 

 

 

Made in Brasil

O Design Brasileiro alcança   o respeito  internacional. Os designers se aprimoram para atender às exigências de mercado, se apropriam  de linguagens, cultura e materiais diversos do país continental,  entreposto de design moderno e contemporâneo.

Sérgio Rodrigues, Lina Bo Bardi, Joaquim Tenreiro, Oscar Niemeyer, Zalszupin  ícones  da arquitetura e precursores do Design  Brasileiro, resistem ao tempo pela personalidade  marcante das peças.

Os  Irmãos  Campana vieram na geração seguinte,   marcando território no Brasil e no mundo com a irreverência e talento indiscutível, onde a muito tempo já se preocupavam com sustentabilidade, antes mesmo de virar condição sine qua non na produção de design.

 Representados pela Edra, na Itália, as peças encantaram Massimo Morozzi que passou a fabricar suas invenções.

O sucesso e reconhecimento  levaram os Irmãos   Campana ao MoMA, em New York |USA.  A Poltrona,  a Cadeira Cone (1997) e a Mesa Inflável (1995), se tornaram parte do acervo permanente.

IMG_8882

Recentemente, surgem novos jovens talentos com prêmios internacionais como Guto Índio da Costa, Jader Almeida, Zanine de Zanini, Sérgio  Mattos e Guilherme Torres  referências no segmento, pela  sensibilidade nos processos de criação e fabricação das peças são  aguardados em feiras internacionais como Il Saloni del Mobile Milano, Itália.

Misturam funcionalidade e simplicidade em  materiais e formas que resultam  em beleza e refinamento.

Têm como premissa desenvolverem produtos com racionalidade, formas puras, estética atemporal e produtos com valores duráveis.

IMG_8883.PNG

Não posso deixar de mostrar as peças de Claudia Moreira Salles, que tem um trabalho de estilo  marcante e próprio. Pesquisadora de cultura, aprofundou-se em projetos pouco comuns, como o desenvolvimento de mobiliário voltado à educação. Seu trabalho é de extrema sofisticão e elegância pela simplicidade das formas e materiais. Eu adoro!

O Design Brasileiro consolidou-se no mercado mundial,  objeto de desejo de arquitetos e designer de interiores, agrega valor em todo bom trabalho.  Marca registrada na escolha do Design Brasileiro em meus projetos.

 

Casa dos Afectos

img_8732

O Blog mudou! 

Uma nova fase se inicia. Estou no Porto, a 9000 km das minhas raízes brasileiras e paulistanas. Além de arquitetura, decoração e design, que são profissão e paixão,   quero partilhar minha experiência de morar no Porto, em Portugal, mostrar a correspondência das influências que a cidade exerceu no Brasil e em São Paulo, a conexão que ainda mantemos, mostrar lugares de charme pouco divulgados e o turismo rural da região, dar sugestões de onde comer, dicas para estudantes, para quem quer morar e trabalhar neste país maravilhoso – comportamentos, cultura, moda, cinema, poesia, cozinha, arte, história, artesanato, enfim, contar em detalhes as minhas percepções.

Pela 3ª vez, o Porto é a cidade eleita como melhor destino europeu 2017. A cidade é um mosaico urbano e natural;  Oceano Atlântico Norte, Rio Douro, cidade histórica que preserva referências românicas do período da Idade Média, do Barroco na  Baixa e Ribeira, arquitetura internacional com os  Pritzker portuenses Álvaro Siza, Eduardo Souto Moura e do holandês  Rem  Koolhaas. Cidade onde tradição e modernidade vivem em harmonia e fazem qualquer visitante se apaixonar.

O nome do blog agora passa a se chamar “Casa dos Afectos”. A casa é o nosso abrigo, habitat, espaço de sonhos onde construímos nossos “Afectos”. E essa casa pode estar em qualquer lugar do mundo.

É através da janela desta casa portuguesa, onde há sempre pão e vinho sobre a mesa, com certeza , que quero repartir, aprender,  trocar experiências e descobrir um novo modo de ser/estar, arquitetando pontes de afectos.

 

Projetos especiais para relembrar com carinho, para Gabriela, Nicolas e Giulia

Ainda na seleção de projetos para relembrar, encontrei esse dois projetos de dormitórios de crianças, publicados em 2004.

No projeto do dormitório do Nicolas, o personagem Mickey foi referência. O Nicolas era bem pequeno, e dava os primeiros passos na vida escolar, como o Mickey da proposta. O ambiente foi setorizado com áreas de dormir, brincar, estudar e com um pequeno closet. O colorido dos brinquedos se misturaram aos tons de azul. O resultado foi um quarto alegre e divertido.

scanner - quarto de bebe 1

Na proposta para o dormitório da Giulia, minha inspiração foi a boneca de pano, presente dado à mãe. A delicadeza da boneca sugeriu um projeto com referências campestres. Nos anos 2004, as cores alaranjadas ditavam os tons dos projetos, mas mais do que isso a alegria das cores quentes aqueciam o ambiente à espera da pequena Giulia.

scanner - quarto de bebe 2

Do fundo do baú – Projetos dos anos 2000

Organizando os arquivos de projetos de arquitetura, interiores e decoração dos 24 anos de escritório, encontrei fotos dos anos 2000, algumas inseridas aqui. A escolha de materiais de qualidade, design do clássico moderno tornam o projeto atemporal. É interessante perceber que a cada década evoluímos na tecnologia e no design. Tornamos-nos cada vez mais “cleans”, fazendo valer a máxima do “Menos é mais”.

Projeto Residencial de Arquitetura de Interiores, 2004 – Dormitórios e Banheiro Meninos

_DSC0664 _DSC0669

_DSC0672 _DSC0673 _DSC0675 _DSC0676 _DSC0678 _DSC0682 _DSC0683 _DSC0685 _DSC0687 _DSC0691 _DSC0692

Projeto Residencial de Arquitetura de Interiores Apto Santo André, 2005

_DSC1055 _DSC1056 _DSC1059 _DSC1061 _DSC1062 _DSC1068 _DSC1070 _DSC1074  _DSC1083

Projeto Residencial de Arquitetura de Interiores Apto Santo André, 2007

175-7578_IMG 177-7725_IMG 177-7723_IMG 175-7584_IMG

Projeto Residencial de Arquitetura, Interiores e Decoração, Guarujá  2003

cascata chu2 coz4 coz2  coz3

esc1    gua1 gua2  portao  lateral fac2pisc(1)

gua3 gua4 gua5   gua8 gua9 gua10 gua11 gua12 gua13 gua14 gua15 gua16 gua17 gua18   j1 guasala1 home2   lav h2

Projeto Residencial de Arquitetura de Interiores

DSC_0315DSC_0328

DSC_0321 DSC_0345

Projeto Residencial de Arquitetura de Interiores

DSCF0057 DSCF0058 DSCF0060 DSCF0071 DSCF0062 DSCF0094 DSCF0097 DSCF0099DSCF0102DSCF0116

DSCF0121 DSCF0124  DSCF0128DSCF0104

Projeto Residencial de Arquitetura de Interiores, Apto Santo André 2000

DSCF0532 DSCF0551 DSCF0552 DSCF0554 DSCF0558 DSCF0565

Design Atemporal

miami-corbusier-684x513

Le Corbusier na universidade

A linguagem simétrica e limpa é a tônica dos dormitórios de universidades idealizados por Jean Prouvé, Le Corbusier e Charlotte Perriand nas décadas de 30 e 50. Como parte do Design Miami, a galeria Patrick Seguin montou uma elogiada exposição com recriações de projetos dos célebres designers feitos especialmente para os espaços acadêmicos. A obra dedicada a Corbusier e Perriand é uma reprodução do Quarto Brasil, construído em 1959 para acomodar estudantes estrangeiros na Cité Internationale Universitaire de Paris (foto acima). Os outros dois ambientes – também com total economia de ornamentos – são de Prouvé, feitos nos campus das cidades de Nancy e de Anthony. As composições são familiares, e não é difícil perceber como esses mestres franceses influenciam as gerações posteriores a eles.

miami-jean-prouve1

Cité Universitaire, Nancy. Jean Prouvé, 1932

miami-jean-prouve21

Cité Universitaire, Antony. Jean Prouvé, 1956

Pesquisa: Radar

50 Tons de Cinza

MONTENAPI“Quando abro a cada manhã a janela do meu quarto

É como se abrisse o mesmo livro

Numa página nova…”

Mário Quintana

J.Vilhora_2046 J.Vilhora_2047

Projeto Residencial Santo André/SP 2013 – Deborah Basso Arquitetura&Interiores

O quarto de casal é um ambiente muito especial da casa. Lugar que abriga sonhos, onde os planos de vida são traçados em cumplicidades. É neste ambiente ninho, onde o amor acontece no encontro de intimidade. Em tempos de 50 tons de cinza, as fantasias são estimuladas em relações de intensa paixão. A cor cinza entra neste contexto com muita elegância e sofisticação.

J.Vilhora_4674 J.Vilhora_4701

Projeto Residencial São Paulo/SP 2013 – Deborah Basso Arquitetura&Interiores

No quarto, as pessoas passam a maior parte do tempo. Assim sendo, a decoração deve ser charmosa, confortável e muito pessoal. Afinal, dormimos e acordamos inevitavelmente olhando para os objetos em nosso entorno. Nada como um bom dia carinhoso, faça chuva ou faça sol, envolta às nossas referências.

J.Vilhora_4748 J.Vilhora_4802

Projeto Residencial São Paulo/SP 2013 – Deborah Basso Arquitetura&Interiores

As nuances de cinza, por serem neutras, podem ser usadas com outras cores em jogos de cores que complementam o ambiente.

MONTII MONTIII

Assim como outros ambientes da casa, a decoração do quarto é bastante íntima e reflete nossa personalidade. A luz, a cor, as texturas fazem a magia do ambiente. Harmonia e equilíbrio são essenciais, bem como o aroma e o som. O quarto é um ambiente de experiência sensorial de encantamento.