Tag Archives: Design

Do fundo do baú – Projetos dos anos 2000

Organizando os arquivos de projetos de arquitetura, interiores e decoração dos 24 anos de escritório, encontrei fotos dos anos 2000, algumas inseridas aqui. A escolha de materiais de qualidade, design do clássico moderno tornam o projeto atemporal. É interessante perceber que a cada década evoluímos na tecnologia e no design. Tornamos-nos cada vez mais “cleans”, fazendo valer a máxima do “Menos é mais”.

Projeto Residencial de Arquitetura de Interiores, 2004 – Dormitórios e Banheiro Meninos

_DSC0664 _DSC0669

_DSC0672 _DSC0673 _DSC0675 _DSC0676 _DSC0678 _DSC0682 _DSC0683 _DSC0685 _DSC0687 _DSC0691 _DSC0692

Projeto Residencial de Arquitetura de Interiores Apto Santo André, 2005

_DSC1055 _DSC1056 _DSC1059 _DSC1061 _DSC1062 _DSC1068 _DSC1070 _DSC1074  _DSC1083

Projeto Residencial de Arquitetura de Interiores Apto Santo André, 2007

175-7578_IMG 177-7725_IMG 177-7723_IMG 175-7584_IMG

Projeto Residencial de Arquitetura, Interiores e Decoração, Guarujá  2003

cascata chu2 coz4 coz2  coz3

esc1    gua1 gua2  portao  lateral fac2pisc(1)

gua3 gua4 gua5   gua8 gua9 gua10 gua11 gua12 gua13 gua14 gua15 gua16 gua17 gua18   j1 guasala1 home2   lav h2

Projeto Residencial de Arquitetura de Interiores

DSC_0315DSC_0328

DSC_0321 DSC_0345

Projeto Residencial de Arquitetura de Interiores

DSCF0057 DSCF0058 DSCF0060 DSCF0071 DSCF0062 DSCF0094 DSCF0097 DSCF0099DSCF0102DSCF0116

DSCF0121 DSCF0124  DSCF0128DSCF0104

Projeto Residencial de Arquitetura de Interiores, Apto Santo André 2000

DSCF0532 DSCF0551 DSCF0552 DSCF0554 DSCF0558 DSCF0565

Anúncios

Salone Del Mobile 2015 Preview

SalonePreview_Molteni_01

Em  Milão o evento mais importante do design internacional, o Salone del Mobile, começa na próxima semana de  14 à  19 de Abril de 2015. Muitos eventos paralelos de design ocorrem  em toda a cidade. Milão se transforma na capital mundial de inovação do design. Este ano a Euroluce, que é bienal, completa o cenário do design com ousadia.

Drift

flylightdrift fragile fragilefuture noladrift

01_2_0 Molteni 80 anos

vico_gallery01cassinavico_still_life01vico_gallery01

1.-Melt-Copper-Chrome-Gold-1024x683 2.-Melt-Copper-Cluster-1024x683tom dixon

Tom Dixon

13.-Wingback-Chair-1024x724

Atelier Biagetti

1-triptych-I-largeatelierbiagetti

Moooi

joost_and_kiki_with_tudor_low_cupboard_at_the_moooi_presentation_during_salone_del_mobile_2014 tudor_cupboard_blue_2-forweb-moooi tudor_cupboard_blue_4-forweb-moooi tudor_low_cupboard_thumb

02_2 DSC3127baxter

Baxter

NAL3081 NAL3094

Squat

NAL3105 NAL3163 NAL3430lasvit lasvitII

Lasvit

lasvitIII lasvitIV

Atelier Baigetti – Bonjour Milàn (Galerie Italienne Paris)

SalonePreview_BMW_01 petit_tables_groupage-largeatelierbaigetti tavolo-largeatelierbiagetti SalonePreview_Nilufar_03 vincent_groupage-largeatelierbiagetti

Design Atemporal

miami-corbusier-684x513

Le Corbusier na universidade

A linguagem simétrica e limpa é a tônica dos dormitórios de universidades idealizados por Jean Prouvé, Le Corbusier e Charlotte Perriand nas décadas de 30 e 50. Como parte do Design Miami, a galeria Patrick Seguin montou uma elogiada exposição com recriações de projetos dos célebres designers feitos especialmente para os espaços acadêmicos. A obra dedicada a Corbusier e Perriand é uma reprodução do Quarto Brasil, construído em 1959 para acomodar estudantes estrangeiros na Cité Internationale Universitaire de Paris (foto acima). Os outros dois ambientes – também com total economia de ornamentos – são de Prouvé, feitos nos campus das cidades de Nancy e de Anthony. As composições são familiares, e não é difícil perceber como esses mestres franceses influenciam as gerações posteriores a eles.

miami-jean-prouve1

Cité Universitaire, Nancy. Jean Prouvé, 1932

miami-jean-prouve21

Cité Universitaire, Antony. Jean Prouvé, 1956

Pesquisa: Radar

Expo 2015: Arquitetura do Pavilhão Itália

b-2 9034-foto_4

Em maio, terá início a Expo 2015, exposição mundial em Milão/Itália, onde cerca de 150 países estarão presentes, e abordará como alimentar o planeta nos próximos anos.
De 1 de Maio à 31 de outubro de 2015, Milão vai se tornar uma vitrine global em que os países irão mostrar o melhor de suas tecnologias para dar uma resposta concreta a uma necessidade vital: ser capaz de fornecer o alimento saudável, seguro e suficiente para todos os povos, em conformidade com o planeta e seu equilíbrio.
Uma área de exposição de 1,1 milhão de metros quadrados, mais de 140 países e organizações internacionais envolvidas, mais de 20 milhões de visitantes esperados. Estes são os números mais importantes do evento internacional que será realizada no país.

01b_expo_padiglione_italia_palazzo_italia italcementi

O projeto do Pavilhão Italiano é o resultado de um concurso internacional ganho por Expo 2015 S.p.A, em abril de 2013; os estudos foram realizados por 68 participantes, o vencedor do projeto foi Nemesis & Partners, que fez projetos Proger e BMS para a engenharia, relativa às estruturas e instalações, e  do Prof. Livio De Santoli para a sustentabilidade do edifício.

O Pavilhão Italiano envolve a construção de Palazzo Itália (cerca de 13.200 metros quadrados em seis pisos acima do solo) e dos edifícios temporários do Thistle (cerca de 13.700 metros quadrados em três pisos acima do solo).

padiglione-italia-01 Italia-Nemesi-Partners-672

O projeto é caracterizado por uma ampla experimentação; a arquitetura do Nemesis, caracterizada por projetos exclusivos com atenção à inovação tecnológica e abordagem sustentável, fazer o Pavilhão Italiano o símbolo da grande fábrica criativa contemporânea.
Palácio italiano foi inspirado numa “floresta urbana”; a “pele”, projetado pelo Studio ramificado da Nemesis, o revestimento externo do prédio evoca uma tecnologia figurativa e primitiva, ao mesmo tempo.

A trama tecida gera linhas alternadas de luz e sombra, de cheios e vazios, dando vida a uma arquitetura de escultura que se refere às obras de Land Art.

O projeto de estudo da arquitetura, Palazzo italiano, começou a partir da ideia de coesão, entendida como uma força de atração que gera um renovado sentido de comunidade e de pertença. A energia da comunidade é representada pelo quadrado interno; coração simbólico e saída da exposição reúne à sua volta os quatro volumes que moldam Palace Itália.

intreno_padiglione_italiaPadiglione-Italia-©-NemesiPartners_3

O Volume arquitetônico é uma metáfora de árvores de grande porte, têm os suportes de terra enormes que simulam as grandes raízes que se afundam no solo; os mesmos volumes como pode ser visto a partir da praça, a abertura interna e o alongamento para cima vertem como o cabelo, através do grande telhado de vidro.

Para dar destaque às formas esculturais do Palazzo Itália, a rica textura do exterior é  ramificada. Para a concepção deste “skin”, Nemesis criou uma textura geométrica única e original que evoca os ramos entrelaçados aleatórios, criando uma arquitetura na arquitetura.

Nemesis imaginou a exposição de Palazzo Itália como uma descoberta gradual e conquista das formas e do conteúdo desta arquitetura-paisagem.

O percurso começa na praça interior, amplo salão para a recepção de visitantes, onde superfícies inclinadas e curvas dão fluidez e dinamismo para os volumes arquitetônicos desenhando um espaço impressionante.

Palazzo Itália inclui: um espaço para eventos no piso térreo e os espaços níveis superiores de exposições, a representação, a conferência / reunião, para a restauração, incluindo um restaurante VIP no quarto nível e um terraço na cobertura. O prédio vai abrigar espaços para representantes institucionais do Governo italiano, de excelência do Made in Italy.
Pavilhão Italiano: abordagem sustentável e inovadora

O Palácio italiano é projetado de forma sustentável com construção de energia zero, graças à contribuição de vidros fotovoltaicos no telhado e as propriedades fotocatalíticas do novo concreto para o invólucro exterior.

intreno_padiglione_italiaToda a superfície exterior do Palazzo Itália, 9.000 metros quadrados, será composta de 900 painéis de concreto “Biodinâmico i.active” com TX princípio ativo patenteado pela Italcementi. Em contato com a luz solar, o princípio presente no material permite “capturar” alguns poluentes no ar, transformando-os em sais inertes e, assim, ajudar a liberar a atmosfera a partir da poluição atmosférica.

A argamassa é a utilização de 80% de agregados reciclados, em parte, das pedaços de mármore de Carrara, o que dá um brilho de cimentos brancos tradicionais.

A “dinâmica” é uma característica do material novo, que tem uma fluidez tal que permita a realização de formas complexas tais como as que caracterizam os painéis de Palazzo Itália.

Os painéis para o invólucro exterior, peças únicas diferentes uns dos outros, serão realizados com a tecnologia de Styl-Comp.

Para cobrir Itália Palazzo Nemesis projetou uma “vela”, com um design inovador que será realizado por Stahlbau Pichler. Cobertura que retrata a imagem do dossel de uma floresta; caracteriza-se por vidros fotovoltaicos e campos geométricos principalmente quadrangular, seja plana ou curva, com a cobertura do edifício ramificado, expressão de inovação em termos de design e tecnologia.

Créditos:

Nemesi & Partners

Tomie Ohtake, delicadezas

tomie_ohtake_060813

Hoje partiu Tomie Othake.

Artista Nipo-Brasileira que teve sua trajetória sublinhada pelo delicado Abstracionismo, apropriação da cor e da materialidade da imagem nas camadas de tinta, Tomie Ohtake revelava a pele da sua arte contaminada em sobreposições de culturas.

Pinturas Cegas, da Exposição Correspondências

Em comemoração aos cem anos da artista plástica Tomie Ohtake, a exposição Correspondências, com  curadoria de Agnaldo Farias e Paulo Miyada, apresentou a história das suas obras realizadas desde a década de 1950 num diálogo com outros artistas brasileiros. Estas obras estabelecem uma relação de  aproximação e contraposição entre sua produção desde 1956 à 2013.

I3570309

tomie-ohtake-sem-tc3adtulo-c3b3leo-sobre-tela-747-x-100-cm

Tomie Ohtake nasceu em 1936, no Japão. Veio ao Brasil em visita ao irmão em 1936, ficando impressionada com a luz amarela do Brasil, país tropical. Com a iminência da Segunda Guerra, permaneceu no país, onde se casa e tem seus filhos, Ricardo e Ruy Ohtake. A carreira da artista imigrante,  teve início com  trabalho tardio, aos 40 anos. A influência da arte do Japão de tradição do início do século XX, onde se percebe as pinceladas da Arte Shodô, e o hibridismo cultural brasileiro foram inspiração para sua obra. A fruição de culturas, num viés verde brasileiro, amarelo nipônico, revela-se num resultado primoroso do abstracionismo de Tomie Ohtake, que influenciou diversos artistas nacionais.

Deixa um impressionante acervo de obras, pinturas na sua fundação, e esculturas nas cidades de  São Paulo, Santos, Santo André.

escultura_tomie_ohtake_santos 10608186_1035989223083079_1969429473529506341_o

10326532

Times Square Building recebe uma dose de Flower Power

fleurO artista britânica usa flores para transformar interiores urbanos em espaços visualmente impressionantes

fleurIIIImagine iniciar o dia de trabalho, passando por uma vibrante cortina perfumada das flores. As pessoas que visitarão para o prédio Viacom, na Times Square vão ter o prazer de ser recebidos desta forma, graças a artista britânica Rebecca Louise Lei. Suas instalações de flores penduradas têm gerado interesse por toda a Europa, elas transformam os ambientes urbanos em espaços naturais, etéreos. ‘Flowers 2015: Outside In “ marca sua estréia em território americano, que transformou a sede global em mídia num espaço cheio de cores, texturas e aromas.

fleur4 fleur5

Tal como acontece com a maioria das criações de Direitos Reservados, esta instalação foi um esforço colaborativo. Centenas de funcionários da Viacom ofereceram-se para ajudar a criar a peça, amarrando mais de 15.000 flores em fio de cobre para serem penduradas acima da entrada. Foram utilizados 14 tipos diferentes de flores, incluindo rosas, hortênsias, cravos, cardos, e Gypsophilias.

fleurIIA delicada relação da  artista com a natureza,  é projetada na instalação para se transformar ao longo do tempo. Inicialmente, flores frescas irradiam cores vibrantes e fragrâncias que são lentamente preservadas com a secagem. A escultura restante se transforma em algo como pout-pourri e emana um cheiro semelhante, mostrando o potencial de cada flor, o que ilustra o desejo do artista de justapor figurativamente sociedade contemporânea com a natureza.

Detalhes

J.Vilhora_4627Todos nós temos nossos lugares especiais em casa, e até no trabalho. Gostamos de nos cercar de referências que fazem parte da nossa história pessoal. A frase “Deus está no detalhe”, atribuída a Mies van der Rohe (???), é a metáfora do belo, do sublime, do olhar de encantamento. 

salaA J.Vilhora_4741

Os detalhes sempre fazem a diferença, porque demonstram cuidado, afeto, delicadeza.

J.Vilhora_4633 J.Vilhora_4630

O “lugar” da casa com encanto especial. É no detalhe que demonstramos quem somos.

J.Vilhora_4786 P1230842

A casa personifica nosso ideal mais íntimo. O sonho, o devaneio, as lembranças…

J.Vilhora_1939J.Vilhora_1150Todo canto de uma casa, todo angulo de um quarto, todo espaço reduzido onde gostamos de encolher-nos, de recolher-nos em nós mesmos, é , para imaginação o isolamento, a intimidade.

J.Vilhora_1938J.Vilhora_2032

 

 

J.Vilhora_4781

J.Vilhora_1910O canto da casa evoca-nos o silêncio de pensamentos. Retiro para alma, refúgio da imaginação, memória de momentos de tranquilidade. A casa é nosso canto no mundo.

Tendências do Décor 2015

O sentido estético evolui com o passar do tempo. Na decoração tudo é cíclico, alguns estilos se apresentam em releituras em novos  materiais e tecnologias.

Para facilitar listamos 10 tendências para 2015. Da cor reluzente à forma perfeita, da textura suave ao brilho, da década que agora nos rege à criação dos países que ditam tendências, podemos adaptar à nossa cultura e clima, o que vem por aí aos seus desejos de ter uma casa bonita e confortável.

A COR: PETRÓLEO

O azul petróleo está em alta. É a cor do momento. A sugestão é usar a cor em poltronas e peças pequenas, em veludo que também é tendência

ambientes-2014-08-281409257747117 poltronaazulpetrolio

produtos-2014-06-101402427207133-sm ambientes-2014-06-131402689032160

A FORMA: CURVA

A curva, linha que fascinava e orientava a arquitetura de Oscar Niemeyer no período modernista, é um dos elementos mais interessantes também nos interiores.  Voltou de forma soberana numa das peças mais importantes do mobiliário: o sofá! Do espanhol Jaime Hayón, para Fritz Hansen, aos franceses Pierre Yovanovitch e os Irmãos Bouroullec, estes para Ligne Roset, a curva nos sofás hoje é tudo.

images (2) sofácurvo

475-sofa-ploum-02-720x440 Sofa-Favn-de-Jaime-Hayon-para-Fritz-Hansen-7-625x300

A TEXTURA: VELUDO

O veludo é eterno, e vai dominar os estofados. É o que dizem os fabricantes de prèt-a-porter em mobiliário, desde o Salão do Móvel, em Milão.  Feito de algodão, o tecido de pelos curtos – sim, o bom veludo tem que ser absolutamente natural – é um must colorido de volta às nossas casas, em sofás e poltronas. Especialmente em cinza, bege, amarelo e laranja.

big-03-BEB_ITALIA-MART_2012-MART poltrona amarela produtos-2012-10-051349463404151 produtos-2014-04-24139835740560 produtos-2012-10-051349461704198

O BRILHO: DOURADO

O livro ‘O Brilho do Bronze’ (Editora Cosac Naify) é um dos best sellers atuais. Nele, o historiador Boris Fausto faz reflexões dolorosas, envoltas pela marca da ausência – só lendo para saber… Pois o resultado revela um olhar crítico e atento à vida contemporânea, com o humor de seu autor, mesmo em uma cena triste. No nosso caso, o brilho do dourado se revela em objetos lindos como um vaso solitário, assim como o brilho do latão em móveis que voltam à tona enxutos, de forma – brilhante na decoração, às vezes somado ao tom cromado, em jogo ouro e prata.

vaso mesas

aparador mesaII

DEVE TER: VASOS

Vasos servem para tudo numa casa: colocar flores, enfeitar sozinhos – ou mesmo em grupo, uma apresentação muito em alta – uma mesa ou aparador, formar coleções. De todas as décadas ou séculos, em materiais como a cerâmica ou a porcelana,  em formatos e funções diversas. Eles podem, ser chineses, franceses, ou dinamarqueses. Mas são, sem dúvida, um item obrigatório em uma boa decoração em todos os tempos.

vasoI vasoII vasoIII

A DÉCADA: ANOS 1970

O auge  psicodélico  iniciado no final dos anos 1960 explode nos anos 1970 – na moda e na decoração. A excentricidade atinge o seu apogeu do século 20 em peças modernas e com humor. O acrílico aparece em todas as suas formas e cores: da transparência das poltronas e das cadeiras à negritude de uma escrivaninha, passando pelos pés de abajur. O design dos estofados desta época começa a esbanjar conforto.

panthella_table e216ea3dfbaf69965332a51486a7705e parede-anos-70 poltrona acrilico

O ESTILO: ART DÉCO

O estilo Art Déco é o máximo da elegância: sempre reaparece como uma fênix. Porque tem características fortes, com móveis e objetos cheios de personalidade e linhas muito firmes que agradam a qualquer dos tempos em que os desafios se impõem. Exemplos fantásticos deste período belo e rígido – cadeira estofada em tecido com grafismo preto e branco, mesa lateral com pés em aço, luminária, poltrona e lustres. Coisas de quem entende que o estilo está acima de tudo.

cad 3f015e3117c7d7fbe631abc1c1bf025d bc3753989d1efbefe60c6613f43fdd8dpad 99bc097a381d1c89a9f21f3121149adc b9ca4c3a4bac3239878b47e3dae75de1

PEÇAS COM ASSINATURA: OSCAR NIEMEYER, SÉRGIO RODRIGUES, JOAQUIM TENREIRO, JORGE ZALSZUPIN, LINA BO BARDI

Designers brasileiros ou estrangeiros dos anos 1950, com influência do Modernismo brasileiro, estão em alta. Ter um móvel assinado por designers é um privilégio, e sinônimo de boa qualidade.

7c02067e491725d3263169f53936fbeb cc7cc0b765d81dc2cb344f8b419f0f60 8523811_1 diz_1 ZALSZUPIN tenreiro

DESIGN BRASILEIRO

Rústico, minimalista, criativo, o design brasileiro tem qualidade, e é valorizado no mundo inteiro. Uma grande aposta no décor!

3db6ebb85e479d19aecc5200e7a157bc 694edec3f1e9d4aeda544ad5ea9cd61c 3c4f3fca3fa4c2ebf5b81dd762e4687d 3377a5deb99e42d9d3544c82d3e097f9 a1e495ccf99217eca4a5b3783b80aa4e a578e97b63f80c24769e140b1759a146 ec32f569d4fbf8c39f1f992cf960c265

GLOBALIZAÇÃO: ASIA E EUROPA

Cruzando os mares, do século 19 aos dias de hoje, estes móveis chegam ao Brasil com o sabor da tradição. Mas com absoluta certeza de que compõem a melhor base clássica para um ambiente contemporâneo. Aqui ou em qualquer lugar do mundo.Originários da França, da Itália, do Japão e da China.

BIOMBO ESTANTEASIA OPALINO POLTRONA LUIS XV

A exuberância dos jardins verticais

4ecfc535806ed-484_jardim-vertical-gilberto-elkis-9 01

Os jardins verticais ou “paredes verdes” são cada vez mais usados na cidade. Foram criados para amenizar a falta  de áreas verdes,   a parede verde é uma excelente solução  para personalizar pequenas áreas internas ou externas

             b_730_73374450a56a45eb8f05448e695d8784   b_730_dc4a6f8009b04652ba72bcaa0918c9ff

Recurso também muito usado em fachadas para revitalização de edificações

 refrencia jardim vertical2     referencia jardim vertical

Valorizam a arquitetura e amenizam calor

neorexred

Em blocos de concreto fundido, em vários formatos

neorextec     jardim-vertical2

vertical-garden_4-600x4001

Wall Green, sistema de encaixe vendidos em kit

wallgreenEcoVertical wallgreenEco-9 WallGreenEcoV-9

Green Wall Ceramic

green-wall_2_620x410   green-wall-home-bloco green-wall-ceramic-1

Treliças e vasos

10wall garden